Rede aleluia

Notícias | 14 de outubro de 2018 - 00:05


Solidariedade ampara vítimas de incêndio em Belém, no Pará

Voluntários do programa social A Gente da Comunidade, da Universal, estiveram no local para fazer doações e oferecer serviços gratuitos

Na madrugada do dia 12 de setembro, um incêndio de grandes proporções destruiu cerca de 20 casas na Vila da Barca, em Belém, Estado do Pará. Algumas famílias perderam todos os seus pertences em menos de uma hora.

Diante desse cenário trágico, o programa social A Gente da Comunidade (AGC) esteve no local logo em seguida para fazer doações de cestas básicas e kits de higiene pessoal, além de realizar atendimento médico às
famílias vitimadas.
Muitas casas atingidas pelo incêndio eram de madeira e, por isso, foram consumidas pelo fogo rapidamente, o que deixou adultos e crianças desamparados. Apesar de os vizinhos terem acolhido as vítimas em suas casas, as doações de alimentos e produtos de higiene foram fundamentais para dar suporte a eles nesse momento caótico.
O programa social levou vários serviços gratuitos para a comunidade atingida. Profissionais da área de enfermagem, odontologia e beleza estiveram presentes.
“Essas famílias moram em situação de risco há muito tempo. São pessoas que, infelizmente, parte da sociedade despreza. Essa ação veio para mostrar que existem pessoas que ainda se importam com elas e que Deus está sempre perto do aflito para livrá-lo dessa situação”, explicou o Pastor Danilo Ferreira, responsável pelo grupo de Evangelização do Pará.

Os bombeiros informaram que, apesar da tragédia ter sido de grandes proporções, apenas duas pessoas ficaram feridas com queimaduras leves e foram socorridas pelas ambulâncias.
O grupo
O A Gente da Comunidade é um programa social da Universal que auxilia na melhoria das condições sociais das pessoas carentes. O grupo leva informações a essa parcela da população para que conheça seus direitos e deveres e faz doações de roupas e mantimentos. Os integrantes também realizam serviços gratuitos com profissionais voluntários, como advogados, médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, massagistas, cabeleireiros, manicures e maquiadores.
* Com informações do UNICom


  • Redação* / Fotos: Mídia EVG 


reportar erro