Rede aleluia
Saiba o que fazer para ter um ano novo diferente de todos os outros
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 21 de Dezembro de 2020 - 16:31


Saiba o que fazer para ter um ano novo diferente de todos os outros

Descubra o que realmente faz a diferença na vida do ser humano

Saiba o que fazer para ter um ano novo diferente de todos os outros

Boa parte dos brasileiros tem uma série de simpatias e tradições para realizar durante a virada de ano a fim de atrair boa sorte. Usar uma cor de roupa específica, comer certos tipos de alimento, entre outras crenças são realizadas com o objetivo de ter paz e sucesso no ano seguinte.

Mas o que realmente faz a diferença na vida do ser humano é ter Jesus como seu Senhor e Guia. E esta é a proposta da Vigília da Virada, reunião para os que querem terminar o ano de 2020 e iniciar o ano de 2021 na presença de Deus.

A prova de que esse encontro é capaz de mudar o rumo do ano de uma pessoa está no relato da Patrícia Estela de Goes. Ela revela que, durante o réveillon, realizava uma série de simpatias para ter “boa sorte”, dentre elas, usar roupas coloridas de acordo com o que queria para o ano seguinte.

“Lembro que na virada do ano, usávamos roupas brancas, porque queríamos no ano seguinte, muita paz. À meia-noite, nos abraçávamos, mas sabíamos que não era um abraço de felicidade”, lamenta.

Assista seu depoimento completo no vídeo abaixo:

A vigília começará na quinta-feira, 31 de dezembro, às 22h, no Templo de Salomão. Porémàs 21h, haverá a apresentação do Coral do Templo na Esplanada.

Vale ressaltar que serão tomadas todas as medidas  para minimizar aglomerações, garantir o distanciamento social, além da higienização com álcool em gel que será realizada na entrada, a fim de diminuir o risco de contaminação pela COVID-19.

Se você não faz parte do grupo de risco, venha participar conosco da Vigília da Virada, que neste ano, especialmente no Templo de Salomão, terminará com o primeiro raiar de sol de 2021.

“Nós estaremos com o Santuário do Templo disponível, a Esplanada, mais a Catedral do Brás. Ou seja, não faltará espaço para todos participarem, inclusive ao ar livre. Nós, literalmente, vamos ver o primeiro sol de 2021 raiar. Vai ser uma noite inesquecível, principalmente pelo motivo da fé. Estamos vivendo dias imprevisíveis e precisamos mais do que nunca entrar o ano de mãos dadas com o Altíssimo”, afirma o Bispo Renato Cardoso.

Batismo nas águas e Santa Ceia

Entre 17h e 21h, o batistério do Templo estará disponível para todos que quiserem se batizar nas águas. Traga uma toalha e uma muda de roupa para deixar a velha vida para trás.

Além disso, por volta da meia-noite, todos participarão da Santa Ceia. “Nos últimos segundos de 2020 iremos comer do pão, representando o corpo do Senhor Jesus. E nos primeiros minutos de 2021,  beberemos do suco de uva. Vamos terminar o ano velho e iniciar o ano novo em aliança com Deus”, ressalta o Bispo.

Participe também na Universal mais próxima de você. Encontre o endereço aqui


Saiba o que fazer para ter um ano novo diferente de todos os outros
  • Rafaella Rizzo / Foto: Reprodução 


reportar erro