Rede aleluia
Jejum de Daniel: Rafaela passou das trevas para a Luz
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 1 de agosto de 2020 - 01:36


Jejum de Daniel: Rafaela passou das trevas para a Luz

Conheça a história dessa jovem, que teve sua vida e seu interior transformados ao receber o Espírito Santo

Jejum de Daniel: Rafaela passou das trevas para a Luz

Devido aos problemas familiares que presenciou na infância, Rafaela Coelho se tornou uma jovem complexada e triste. Por conta do histórico traumático, ela passou a se envolver com as más amizades.

Mentia para a mãe, dizendo que estava na escola, quando, na verdade, estava em festas com os amigos.

Nesse ínterim, passou a se envolver no mundo gótico, no qual ela diz que as pessoas são solitárias e depressivas. Então, passou a se vestir apenas de preto e a ouvir rock pesado.

“[Muitas vezes] eu não conseguia dormir. A gente vai perdendo aquele brilho, o objetivo de viver. Eu não conseguia enxergar uma saída, não [encontrava] uma razão para viver”, relata.

Um dia, porém, sua mãe – para deixá-la sair com o namorado – impôs uma condição: que Rafaela a acompanhasse em uma reunião na Universal.

Era o começo de uma nova vida, pois ali, naquela reunião, Rafaela tomou a decisão de se entregar a Deus. E ao participar do Jejum de Daniel, conta, recebeu o Espírito Santo.

“Nesse dia, tudo mudou. O Espírito Santo é o meu bem mais precioso. Hoje eu tenho paz, tudo que eu pedi a Deus, até hoje, Ele me deu e até o que eu não pedi!”, reflete.

Acompanhe abaixo o depoimento completo da jovem:


Jejum de Daniel: Rafaela passou das trevas para a Luz
  • Jeane Vidal / Foto: Reprodução 


reportar erro