Rede aleluia
“Quando vi o Altar, vi a esperança renascer”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de Junho de 2022 - 20:18


“Quando vi o Altar, vi a esperança renascer”

Conheça a história de transformação do empresário Nilson Santos

“Quando vi o Altar, vi a esperança renascer”

“Quando vi o Altar, vi a esperança renascer”, esperança esta, garante Nilson, que já havia perdido há alguns anos, quando atentou contra a própria vida.

Situação:

Nilson perdeu a mãe ainda quando criança. Ele e mais onze irmãos tiveram que trabalhar muito na roça para ajudar o pai e ter o sustento da família. Já na adolescência, ele veio tentar a vida na cidade de São Paulo, e a casa de um dos irmãos foi seu refúgio.

Com dificuldade de conseguir um emprego, Nilson aceitou trabalhar no ramo da construção, em troca de uma ajuda de custo de apenas 15 reais.

A situação difícil levou o jovem a uma depressão e, por causa disso, ele atentou contra a própria vida, mas [graças a Deus] sem sucesso. “Eu tentei o suicídio… em um dia muito triste, me sentei em frente ao local onde morava e comecei a chorar, pois nem a morte me queria”, lembra.

Recomeço:

Naquele mesmo dia, Nilson recebeu a visita de um amigo que já frequentava a Universal, ele recebeu o convite que mudaria sua vida.

“Aceitei o convite daquele amigo para participar de uma reunião na Universal, quando cheguei à igreja e vi o Altar, ali vi a esperança renascer. Entreguei-me a Deus e minha vida mudou por completo”, comemora.

Assista ao vídeo abaixo e acompanhe como está a vida de Nilson hoje:


“Quando vi o Altar, vi a esperança renascer”
  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro