Rede aleluia

Notícias | 8 de abril de 2018 - 03:00


“Quando me interessava por alguém, logo me frustrava”

Camila P. Canassa Silva, de 32 anos, cabeleireira, vivia uma situação, na vida amorosa muito comum hoje em dia: costumava se apaixonar por rapazes que não se interessavam por ela. “Sempre que eu gostava de alguém, ele não gostava de mim. Quando me interessava, logo me frustrava e isso gerou, com o passar do tempo, muitas consequências ruins. Me tornei uma pessoa completamente insegura, cheia de traumas, complexos e, aos poucos, fui desacreditando do amor.”

A jovem, que já frequentava a Universal, tinha muita fé para obter conquistas materiais, mas não para ser feliz na vida amorosa. Até que um obreiro fez um convite especial a ela. “Ele me orientou a participar das palestras da Terapia do Amor. Foi quando, em janeiro de 2016, comecei a frequentá-las. Foi lá que aprendi a me valorizar e que fui curada de todos os traumas, complexos e medos”, lembra.

O verdadeiro amor

Depois de frequentar as palestras por um ano, Camila fez uma proposta para Diego Ilton Silva, de 29 anos, motorista, com quem havia trabalhado no passado. “Eu o conhecia há cinco anos. Ele mudou de cidade e, quando retornou, em 2017, me procurou e voltamos a conversar. Até que o convidei para ir à Terapia do Amor comigo”, conta.

Diego revela que no início foi às palestras somente para agradar e conquistar Camila. “Eu não queria mais nenhum compromisso sério com ninguém. Por esse motivo, sempre ‘ficava’ com as mulheres por ficar. Era cheio de traumas e medos. Inicialmente, participei da Terapia com outras intenções, mas depois percebi o quanto precisava dos direcionamentos que os palestrantes davam”, admite.

Quando ambos estavam com a vida amorosa restaurada, iniciaram o namoro. Depois de oito meses, decidiram se casar, o que ocorreu no dia 17 de março deste ano. “O casamento foi muito abençoado e aconteceu na Universal de Ipaussu, no interior paulista. Foi melhor do que sonhávamos e imaginávamos”, diz Camila.

Ela afirma que seguirão firmes nas palestras para que superem os obstáculos da fase de adaptação. “Sabemos da importância da Terapia do Amor e por isso esse é um compromisso marcado em nossas agendas”, conclui.

Vida amorosa

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.


  • Por Ana Carolina Cury/ Foto: Cedida  


reportar erro