Rede aleluia
Qual é a justiça que você busca?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Abril de 2021 - 15:19


Qual é a justiça que você busca?

Participe da Semana da Justiça, no Templo de Salomão e em toda a Universal

Qual é a justiça que você busca?

Por onde quer que nós olhemos, há injustiças em todos os lados. São situações que não são julgadas por um tribunal.

“Quem vai fazer justiça ao marido ou esposa que passou por uma traição? Qual tribunal vai ressarcir os comerciantes que fecharam as portas, perderam a renda e provavelmente não vão conseguir voltar à prática do comércio como antes? Quem fará justiça às pessoas que morreram por falta de um atendimento médico?”, indagou o Bispo Renato Cardoso, durante a programação “Inteligência e fé“, do dia 5 de abril.

Semana da Justiça

É por isso que no Templo de Salomão e em toda a Universal (consulte o endereço aqui), entre os dias 11 e 18 de abril, ocorrerá a Semana da Justiça. Apesar das reuniões presenciais não estarem ocorrendo em determinadas localidades, você pode se apresentar no Altar diante de Deus.

A partir de 18 de abril, devido à nova “fase de transição” das medidas restritivas diante da pandemia, no Estado de São Paulo, as igrejas voltarão a realizar cultos presenciais, com 25% da capacidade. Saiba mais aqui.

O Bispo Renato também acrescentou, durante a programação, que quando se trata de uma justiça deve haver uma busca ativa por parte da pessoa. A justiça não acontece de maneira automática, é necessário recorrer ao Tribunal, por meio dos direitos.

Foi como o Senhor Jesus observou na Parábola do Juiz Iníquo: “E Deus não fará justiça aos Seus escolhidos, que clamam a Ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” Lucas 18:7-8

“Deus procura aqueles que estão manifestando a sua fé para fazer a justiça dEle. Então, não adianta a pessoa reclamar. A justiça só responde àqueles que a reivindicam. Portanto, se você quer justiça, você precisa recorrer ao Tribunal Divino”, orientou.

Participe

Então, você vai apresentar a sua causa diante do Tribunal Divino, que é o Altar. Escreva em um papel as injustiças que você tem vivenciado e o traga até a Igreja.

De segunda-feira a sexta-feira, nós faremos uma oração ao meio-dia e outra à meia-noite. E clamaremos por justiça. A transmissão ocorrerá pela televisão (Canal 21 e programação TV Templo), TV Universal, pela Rede Aleluia de rádio e pelas redes sociais (Facebook e Youtube).

Confira o vídeo abaixo e saiba mais:


Qual é a justiça que você busca?
  • Da Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro