Rede aleluia
Qual a sua primeira guerra?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de Janeiro de 2022 - 17:57


Qual a sua primeira guerra?

Entenda qual a primeira batalha enfrentada pelos servos de Deus, nessa mensagem do Bispo Júlio Freitas

Qual a sua primeira guerra?

Muitos cristãos pensam que a primeira e principal guerra enfrentada por todo servo de Deus é contra os que querem prejudicá-los ou contra os problemas. Porém, nesta mensagem, o Bispo Júlio Freitas esclarece o que, de fato, é a primeira luta dos que creem em Jesus.

Essa guerra é travada e começa na cabeça de cada pessoa e é contra os maus pensamentos. Dessa forma, mesmo que a pessoa não creia em Deus ou não sirva a Ele, ela será bombardeada pelos pensamentos ruins. Pois, isso acontece com todos.

Mas, quem pode controlar os maus pensamentos? Eles surgem sem aviso e podem ser contra si mesmo, sobre escolhas inapropriadas, contra outras pessoas e até mesmo contra Deus. 

“Porém, existem dois tipos de pessoas, as que vencem essa primeira guerra, pois não alimentam os maus pensamentos, e as que são vencidas por eles”, explicou o Bispo.

Sendo assim, para sair vitorioso (a), dessa batalha, quando vier esses pensamentos ruins e contrários aos de Deus, a pessoa deve rejeitá-los e não aceitá-los, combatendo-os com a fé e com a Palavra de Deus.

Portanto, é você quem escolhe se irá alimentá-los ou não. Lembrando sempre que é a partir dos pensamentos que nascem as suas atitudes, ações e reações.

Confira a mensagem completa:

Não deixe de acompanhar o programa Obreiros em Foco. Exibido de segunda a sábado, sempre às 22 horas. Assista pelo Facebook, pelo canal no YouTube, pela Rede Aleluia de rádio ou pelo canal 21 da TV aberta.


Qual a sua primeira guerra?
  • Isabel Tavares / Foto: iStock 


reportar erro