Rede aleluia
Qual a diferença entre remorso e arrependimento?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de agosto de 2016 - 03:07


Qual a diferença entre remorso e arrependimento?

Saiba identificá-los e entenda por que muitas pessoas não têm desfrutado dos benefícios da fé

Qual a diferença entre remorso e arrependimento?

Quantas vezes você fez algo do qual mais tarde – ou talvez imediatamente – se arrependeu? No mesmo instante vem aquele sentimento de culpa, aquela sensação de mal-estar, a consciência pesa e você promete a si mesma mudar, não é mesmo? Porém, tão logo passa essa tristeza momentânea você segue a sua vida normalmente até o momento em que se pega repetindo aquele mesmo erro. E mais uma vez a consciência acusa, mais uma vez você promete mudar e o ciclo se repete. E continuará se repetindo até que haja, de fato, um arrependimento sincero. Porque até então, o que houve foi apenas remorso.

Remorso não gera mudança, apenas o sentimento de pesar. E essa é a grande diferença entre um e outro. Para ficar ainda mais claro, vamos ao dicionário:

Remorso: Manifestação dolorosa da afetividade humana que nos censura um ato que não devíamos praticar.

Arrepender/Arrependimento: Mudar de intenção ou ideia; Ato de arrepender-se.

Ou seja, arrependimento requer uma ação, atitude. Remorso é sentimento, não envolve ação, ele apenas é sentido.

O bispo Macedo fala a respeito em seu blog:

“No remorso não há atitude em relação ao pecado. Isto é, nele não há o sacrifício de abandono ao pecado. Por isso, não há perdão para o remorso. Já o arrependimento é atitude, é ação ou prática da fé. No arrependimento há o sacrifício do abandono ao pecado”.

Por esta razão muitas pessoas se encontram dentro da igreja, mas ainda não obtiveram os benefícios da fé. Elas conhecem a verdade, tem consciência de que precisam mudar de atitudes, sentem um pesar (remorso) quando desobedecem, conscientemente, a Palavra de Deus, mas não querem sacrificar as suas vontades.

“E o arrependimento é necessário para a remissão de pecados ( Lucas 24.47 ). Mas não há arrependimento sem o sacrifício de abandono ao pecado. Logo, não há salvação sem o sacrifício de negar-se a si mesmo os prazeres da carne”, enfatizou o bispo Macedo.

Na Bíblia, temos alguns exemplos de pessoas que fizeram escolhas erradas, agiram mal e até reconheceram isso, mas não se arrependeram. Judas Iscariotes é uma delas. Após trair o Senhor Jesus ele sentiu remorso e por fim enforcou-se.

Em contrapartida, o ladrão da cruz, consciente dos seus erros e de que era merecedor de estar sendo crucificado, em vez de ficar se lamentando ou injuriando como fez o outro ladrão, se arrependeu, e, ali mesmo, na cruz suplicou o perdão de Deus e, por isso, obteve a Salvação.

Outro exemplo de remorso é o que os irmãos de José sentiram tão logo o venderam como escravo para o Egito (Gênesis 37). Durante muitos anos, eles ficaram remoendo dentro de si aquele sentimento de remorso, mas nada faziam a respeito.

O arrependimento só se deu muito tempo depois quando eles se reencontraram com José e mostraram com atitudes que de fato haviam mudado (Gênesis 42).

Portanto, remorso não produz nenhum benefício espiritual, nenhuma mudança de atitude, mas arrependimento sim. A pessoa arrependida muda de direção. Isso diz respeito a conversão. É essa pessoa que, a exemplo do ladrão na cruz, conquista a Salvação eterna.

Venha buscar esse arrependimento sincero. Esteja conosco todas as quartas-feiras na Noite da Salvação. Consulte aqui o endereço mais próximo da sua casa.


Qual a diferença entre remorso e arrependimento?
  • Por Jeane Vidal / Foto:Thinkstock 


reportar erro