Rede aleluia
Projeto Nova Canaã completa 20 anos de história levando ajuda a milhares no sertão da Bahia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de Agosto de 2020 - 15:07


Projeto Nova Canaã completa 20 anos de história levando ajuda a milhares no sertão da Bahia

O programa socioeducacional alcança famílias em situação de vulnerabilidade social e oferece educação de qualidade em tempo integral para crianças e adolescentes  

Projeto Nova Canaã completa 20 anos de história levando ajuda a milhares no sertão da Bahia

No final da década de 1990, uma violenta estiagem no sertão da Bahia deixou povoados inteiros próximos a cidade de Irecê (a cerca de 500 quilômetros da capital Salvador) em situação de miséria, sem ter o que comer. O que gerou uma grave crise socioeconômica. Da necessidade de ajudar os moradores da região, em agosto de 2000, nascia o Projeto Nova Canaã.

Há 20 anos, o projeto desenvolve um programa socioeducacional que alcança famílias em situação de vulnerabilidade social e oferece educação de qualidade em tempo integral para crianças e adolescentes, de 4 a 18 anos de idade. As atividades do programa proporcionam novas oportunidade na vida desses jovens por meio da educação, do esporte, da cultura e da saúde.

Além da grade escolar, são oferecidas diversas atividades esportivas (entre elas futebol, judô, natação e capoeira), recreativas e aulas de teatro, dança, culinária, artesanato etc. Ademais, o projeto ainda oferece cursos de capacitação, como língua inglesa, redação, introdução à informática, secretariado, atendente de farmácia, auxiliar administrativo e empreendedorismo.

A instituição, que está alocada em um área total de 500 hectares, possui cerca de 200 funcionários divididos nos setores administrativo, de manutenção e agrícola, além da padaria e da escola. Ao longo dos anos, esses empregos, direta e indiretamente, auxiliam a população — e também o comércio — local contra a miséria vivida na região.

“Nova Canaã faz uma diferença enorme a toda comunidade, ajudando milhares de pessoas a alcançarem uma vida diferente, sendo protagonistas de sua nova história. O Espírito Santo tem sido o pão nosso de cada dia e nos enche de força para atuar. Os desafios do dia a dia são como um combustível para essa luta”, contou Leonardo de Souza dos Santos, responsável pelo Projeto.

Videoaulas e ajuda às famílias

Atualmente, 613 alunos estão matriculados em turmas que vão da educação infantil até o ensino médio. Normalmente, os jovens frequentam a instituição com assiduidade e contam com quatro refeições diárias (além de diariamente levarem cinco pães para ajudar a alimentar a família), transporte escolar, material didático e acompanhamento médico e odontológico, gratuitamente.

 Com a pandemia do novo coronavírus, os alunos estão sendo acompanhados remotamente por meio de videoaulas.

“A pandemia impactou a rotina de todos, mas não impediu a continuidade do trabalho. O acompanhamento educacional não parou. Pelo contrário, aumentou. Pois, visitamos os alunos periodicamente, além de fazer as videoaulas. É a forma de continuar atendendo a todos, com o mesmo carinho e empenho, como se estivessem aqui no projeto”, explicou Leonardo.

A diretora pedagógica Ana Cássia da Silva Dourado está no projeto há 16 anos e encara a nova realidade como um grande aprendizado.

“Eu comecei o projeto como voluntária e depois atuei mais 7 anos como professora. Em todos esses anos, aprendi muito com os desafios e as oportunidades de ajudar as pessoas. O trabalho remoto tem sido uma descoberta. A visita às famílias nos ajuda a entender melhor o nosso aluno e, a partir daí, construir novas estratégias de trabalho”, comentou a diretora.

Mapeamento da assistência social

Segundo Leonardo, muitas pessoas da região perderam a sua renda. Pois, ou trabalhavam por conta e não puderam mais exercer suas atividades, ou foram demitidos.

Diante disso, os colaboradores do projeto se mobilizam para visitar as casas — respeitando o distanciamento social e as normas como o uso de máscara de proteção individual — e entregar material de estudo aos jovens e cestas básicas de alimentos às famílias.

Há cerca de 3 meses, o Nova Canaã lançou a ação “SOS Famílias do Sertão”. A campanha tem o objetivo de estender a ajuda social já promovida pelo projeto em Irecê para famílias do sertão nordestino, especialmente aquelas que estão passando por dificuldades por conta da crise causada pela pandemia da COVID-19. Jovens que concluíram o ensino médio são convidados a realizar esse trabalho de combate à fome. Atualmente são 26 voluntários.

O cadastro das famílias em situação de vulnerabilidade social já acontece por meio de um mapeamento da assistência social do projeto. As famílias passam a ser acompanhadas, recebendo orientações para seu desenvolvimento social durante o processo de formação das crianças. Existe ainda o “Canaã em Família”: palestras especiais com profissionais, nas áreas de psicologia e assistência social, que abordam diversos temas pertinentes à relação familiar.

Saiba mais sobre o projeto

O Projeto Nova Canaã conta com uma área de atendimento de 23 salas de aula, 11 salas de atividades, brinquedoteca, playground, piscina, campo de futebol, quadra esportiva, refeitório, biblioteca, lavanderia, sala de costura, padaria, salas de informática e salas administrativas.

Em setembro do ano passado, o Nova Canaã recebeu uma visita especial do ator Petrônio Gontijo (que interpretou o Bispo Edir Macedo) durante a tour de lançamento do longa-metragem “Nada a Perder 2”. Mais de 5 mil pessoas, muitas delas que nunca haviam ido ao cinema, assistiram ao filme em uma estrutura montada a céu aberto, por meio do projeto Cinema Solidário.

Quer saber mais sobre o projeto e como você também pode contribuir com esse trabalho? Então, acesse a página oficial do Projeto Nova Canaã nas redes sociais.


Projeto Nova Canaã completa 20 anos de história levando ajuda a milhares no sertão da Bahia
  • Michele Roza / Fotos: Cedidas e Reprodução 


reportar erro