Rede aleluia
Presidente da Moldávia envia carta de agradecimento à Universal por ajuda a refugiados
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de Junho de 2022 - 17:43


Presidente da Moldávia envia carta de agradecimento à Universal por ajuda a refugiados

Desde o início da guerra, Igreja já distribuiu 378 toneladas de donativos para ucranianos abrigados em vários países

Presidente da Moldávia envia carta de agradecimento à Universal por ajuda a refugiados

A presidente da Moldávia, Maia Sandu, enviou uma carta de agradecimento à Igreja Universal do Reino de Deus em razão da ajuda humanitária prestada aos ucranianos que estão refugiados naquele país. A Universal da Moldávia já distribuiu 20 toneladas de alimentos, kits de higiene, roupas e brinquedos para exilados da Ucrânia, que fugiram da guerra travada com a Rússia.

Na carta escrita em romeno – idioma oficial do país -, Maia Sandu destaca a dedicação da Universal, que “doou seus recursos, tempo e energia para ajudar essas pessoas – a maioria delas mulheres, crianças e idosos, que se mudaram de casa contra a sua vontade”.

Segundo a presidente moldava, a Universal, “por generosidade, cuidado e abertura, ofereceu aos refugiados uma parada acolhedora e calorosa na Moldávia, um porto seguro no nosso país”.

A ajuda aos exilados que estão abrigados na nação foi enviada pela Universal da França, e beneficiou cerca de 2 mil famílias. No próximo sábado (2), a Igreja distribuirá mais 40 toneladas de donativos.

A dor no semblante

O Bispo Eder Figueiredo, responsável pela Universal da Moldávia, destaca a importância da ajuda humanitária e o amparo social que a Igreja está proporcionando neste momento. “Incansavelmente, os voluntários [da Universal] têm trabalhado nas ações sociais. Percebemos a dor das pessoas, principalmente dos que deixaram para trás famílias”.

“Aqui tem mães de soldados que estão na guerra, e dá para perceber no semblante de cada refugiado a dor. Todos têm esperança de que isso passe e que, a qualquer momento, possam voltar para as suas casas.”

Com uma população de apenas 2,6 milhões de habitantes, a República da Moldávia é um pequeno país do leste Europeu que faz fronteira com a Romênia e a Ucrânia.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o país abriga mais de 450 mil ucranianos. Em comparação com o tamanho de sua população, a Moldávia é a nação que mais recebe refugiados da Ucrânia.

Os programas sociais da Universal de diversos países europeus, como Portugal, Polônia, Inglaterra, Itália, França, Luxemburgo, Bélgica, Romênia e Moldávia, estão mobilizados para levantar alimentos, roupas e outros itens de primeira necessidade para os ucranianos. Desde o início da guerra, já foram arrecadadas e distribuídas 378 toneladas de donativos.


Presidente da Moldávia envia carta de agradecimento à Universal por ajuda a refugiados
  • UNIcom / Fotos: cedidas 


reportar erro