Rede aleluia
Preço médio da gasolina no Brasil é mais barato que nos Estados Unidos, na Alemanha e no Japão
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 27 de Setembro de 2022 - 17:47


Preço médio da gasolina no Brasil é mais barato que nos Estados Unidos, na Alemanha e no Japão

Litro do combustível no mercado brasileiro custa, em média, US$ 0,96 (R$ 5,18), segundo levantamento do Global Petrol Prices

Preço médio da gasolina no Brasil é mais barato que nos Estados Unidos, na Alemanha e no Japão

O preço médio do litro da gasolina no Brasil (US$ 0,96, ou R$ 5,18) é comparativamente mais baixo que o dos Estados Unidos (US$ 1,03, ou R$ 5,60), da Alemanha (US$ 1,90, ou R$ 10,30) e do Japão (US$ 1,15, ou R$ 6,22).

  • Os dados são da pesquisa do Global Petrol Prices realizada recentemente, sem o último levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP).
  • No ranking geral, o valor do combustível brasileiro é o 31ª mais baixo do mundo.
  • A análise é feita com base no preço em dólar da gasolina nos postos e não leva em consideração a comparação entre o salário mínimo de cada país.

Vale destacar que:

  • No fim de junho deste ano, o governo federal aprovou a redução do ICMS nos estados, de 25% para 17% na alíquota máxima. O que causou uma drástica diminuição do preço dos combustíveis nos postos.
  • De acordo com o último levantamento da ANP, desde a aprovação de cortes de impostos sobre o combustível, na semana de 19 a 25 de junho (quando o litro do combustível atingiu o valor recorde de R$ 7,39), o preço já caiu 33,9%, e ficou R$ 2,51 mais baixo.
  • Além disso, o preço médio da gasolina caiu pela 13ª semana seguida nos postos de combustíveis do País. O litro passou de R$ 4,97 para R$ 4,88. Uma queda de 1,8%, segundo levantamento da ANP realizado na semana de 18 a 24 de setembro.
  • O valor é o menor desde 7 de fevereiro de 2021.

Veja também:

Aumenta a confiança do consumidor em relação à economia. Resultado está relacionado à queda nas expectativas de inflação para os próximos doze meses e um aumento do otimismo em relação ao mercado de trabalho. Abaixo, saiba mais na edição do ‘JR 24h’.

(*) Com informações do R7

Preço médio da gasolina no Brasil é mais barato que nos Estados Unidos, na Alemanha e no Japão
  • Redação (*) / Foto: iStock  


reportar erro