Rede aleluia
Porto de Belém recebe voluntários do grupo “Depressão tem Cura”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 28 de Abril de 2021 - 18:44


Porto de Belém recebe voluntários do grupo “Depressão tem Cura”

70 voluntários estiveram na ação que levou esperança e fé, em meio à pandemia

Porto de Belém recebe voluntários do grupo “Depressão tem Cura”

Em meio à pandemia de COVID-19, muitos têm enfrentado, também, problemas emocionais. Depressão, insônia e ansiedade são as principais doenças que têm acometido muita gente.

Segundo um estudo feito pelo instituto Ipsos, a pedido do Fórum Econômico Mundial, 53% dos brasileiros dizem que o bem-estar mental apresentou piora, desde o início da pandemia.

Por isso, diante deste cenário, o grupo Depressão Tem Cura fez parte da ação “Fim da Linha” e realizou um mutirão de ajuda emocional e espiritual, em Belém, capital do Pará, no último sábado, 24 de abril.

70 voluntários do grupo estiveram envolvidos na ação, que teve como objetivo levar uma palavra amiga aos que têm sofrido com as medidas de isolamento social há mais de um ano.

Eles estavam munidos de panfletos para entregar aos pedestres, mas, também, de cartazes e faixas para que a mensagem de fé e esperança também pudesse ser transmitida aos que estavam dentro das embarcações. 

“O número de casos de pessoas que sofrem com depressão e outros problemas emocionais vem crescendo, não só no Brasil como no mundo inteiro. O grupo foi uma inspiração do próprio Deus para que as pessoas que sofrem com esses problemas fossem alcançadas, principalmente, neste período de pandemia que estamos vivenciando”, disse o Pastor Fabio Nostório, responsável pelo grupo no estado.

Segundo ele, além de levar uma palavra de fé, os voluntários também conseguem acompanhar aqueles que desejam ajuda. 

“Com o auxílio dos voluntários, que por amor se dedicam a ajudar o próximo, conseguimos chegar ao maior número de pessoas e ir além de apenas falar sobre o projeto, mas, também, acompanhar essas pessoas e levá-las a serem livres da depressão”, completou o Pastor.

Conheça mais sobre o grupo clicando aqui e torne-se um voluntário!

Colabore para que outras ações aconteçam!

Caso queira conhecer outras ações sociais que a Universal realiza Brasil afora, bem como em outras partes do mundo, clique aqui.

Além disso, se quiser ajudar os projetos da Igreja, contribua por meio da plataforma oficial de doações ou vá até uma Universal mais próxima (consulte o endereço aqui). Por menor que seja a sua doação, ela pode fazer a diferença na vida de outra pessoa.


Porto de Belém recebe voluntários do grupo “Depressão tem Cura”
  • Rafaela Dias / Fotos: Cedidas 


reportar erro