Rede aleluia
Por que o Cristão não pode ser de esquerda?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de Janeiro de 2022 - 17:31


Por que o Cristão não pode ser de esquerda?

Depois de uma polêmica recente, Entrelinhas retomou o assunto. Não deixe de conferir!

Por que o Cristão não pode ser de esquerda?

Depois da polêmica dos últimos dias, causada após uma matéria publicada pelo Jornal Universal, veículo oficial da igreja, em que abordou “por que um Cristão não vota na esquerda?”, o Entrelinhas que foi ao ar na noite deste domingo último, dia 30 de janeiro, debateu outros pontos muito pertinentes: “Por que a fé cristã e a Esquerda se chocam?”; “Por que a Universal já apoiou governos de esquerda?” e “A Universal está apoiando a direita?”

No início do programa, uma matéria elucidou e mostrou cinco motivos porque é impossível ser cristão e ser de esquerda. Para falar sobre esses assuntos, o programa contou com a participação do Bispo Renato Cardoso, acompanhado dos Bispos Adilson Silva, Alessandro Paschoall e Eduardo Bravo.

Na oportunidade, Bispo Adilson comentou que o debate tinha como intenção fazer com que as pessoas passassem a fazer uma comparação entre aquilo que elas pensam, que querem para a família delas e a sociedade, e aquilo que determinado candidato está propondo. “Se eu elejo alguém que não defende o que eu penso, então, como é que eu vou reclamar depois?”, questionou ele.

E não apenas isso. Nesse ínterim, Bispo Renato disse que essa tentativa de tirar as pessoas de fé do debate político, isso, sim, é desonesto com as pessoas. “O Brasil ainda é um País de maioria cristã. Nós temos direitos de cidadão como qualquer outra pessoa. Mas há aqueles que querem que os evangélicos e cristãos de forma geral sejam considerados, por causa da sua fé, cidadãos de segunda classe”, completou ele.

Assim como todos

Ademais, Bispo Alessandro completou dizendo que o cristão vive sob todos os moldes e leis deste mundo. “Apesar do cristão ser cidadão do Reino de Deus, ele vive no reino deste mundo. Então, ele tem todos os direitos e deveres, não só de se manifestar apoiando quem quer que ele acredite, mas, também, de se expressar e se posicionar e até de influenciar, porque todo mundo tem os seus direitos”, alertou ele.

Fique atento

Por isso, saiba: calar uma pessoa por causa da sua fé, isso sim é preconceito. Inclusive, um dos pensamentos da Esquerda é exatamente combater a igreja.

Ainda durante o programa, Bispo Eduardo, presidente da Unigrejas, falou sobre o fato de que, durante muito tempo, essa ideia de que o cristão e o evangélico não deve se envolver com a política, até atrapalhou o debate político. Contudo, houve um amadurecimento. Na oportunidade, ele até fez uma denúncia sobre uma pesquisa que mostra igrejas que são de esquerda.

Para falar mais sobre o assunto, a Secretária Nacional das Mulheres, Cristiane Britto (em foto ao lado), falou – por videochamada – com respeito a um possível futuro governo de esquerda com respeito às liberdades e o impacto na vida das mulheres no nosso País e outras pautas.

Atenção

Ainda, ao longo do programa, Bispo Renato salientou que a igreja não está excluindo as pessoas de esquerda da fé, pelo contrário. “Nós não somos contra os esquerdistas, somos contra a ideologia, que é uma coisa totalmente diferente. Uma ideologia não é uma pessoa. Nós recebemos todas as pessoas, como Jesus recebeu todas as pessoas”, disse ele.

Por isso, se você é de esquerda e também é cristão, questione, pesquise e compare com a Bíblia e chegue a sua própria conclusão.

Assista ao programa Entrelinha da íntegra, entenda e se aprofunde mais sobre os assuntos debatidos:


Por que o Cristão não pode ser de esquerda?
  • Débora Picelli / Fotos: Reprodução 


reportar erro