Rede aleluia

Notícias | 23 de janeiro de 2018 - 02:05


Por que as pessoas estão casando consigo mesmas

Entenda o que a Bíblia diz sobre o casamento e o que fazer para ter uma união feliz

Uma nova modalidade tem espantado a muitos. Pessoas de todas as partes do mundo estão realizando cerimônias simbólicas de casamento consigo mesmas. É isso mesmo que você leu. Japão, Itália, Austrália e Reino Unido são apenas alguns países onde essa prática vem ganhando adeptos.

Ainda que não seja possível – em nenhum lugar – realizar o casamento legalmente de apenas uma pessoa, muitos têm buscado essa prática como forma de mostrarem que podem ser felizes sem precisar de alguém.

Segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), não há números oficiais com o número de pessoas que decidiram pelo autocasamento. No entanto, o interesse ocorre quando as pessoas estão realizadas financeiramente.

Capacidade para casar

Quando a pessoa decide casar consigo própria ela está ignorando o que a Bíblia ensina. Pois a Palavra de Deus deixa claro que o casamento que agrada a Deus é feito de duas pessoas, homem e mulher, que aceitam abrir mão de suas vontades próprias em nome da felicidade do outro. Assim, alguém que não está disposto a renunciar nada, e continuar com comportamentos egoístas, definitivamente, não está apto a se relacionar com quem quer que seja.

Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. ( Gênesis 2.24)

Quem insiste em dizer que é possível ser feliz no amor sem outra pessoa, provavelmente, é alguém que já se decepcionou no amor e não está disposto a fazer sacrifícios em prol do relacionamento.

Em seu blog oficial, a apresentadora e palestrante, Cristiane Cardoso, explica que casamento feliz é uma troca de amor. Por amor, você deixa aquilo que o atrapalha, seja amizades, costumes, hábitos e comportamentos. “Dá trabalho, mas vale a pena”, completa ela.

Além disso, é preciso que um confie no outro, pois nenhuma relação sobrevive com incertezas. O respeito também é necessário, mesmo com divergências de opinião, o que é totalmente normal. Mas, respeitar significa reconhecer o espaço do outro. Objetivos em comum também são essenciais.

Se você precisa de mais dicas para construir um relacionamento feliz, participe da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras, às 20h, no Templo de Salomão, na Avenida Celso Garcia, 605, zona leste da capital paulista, e entenda como isso é possível. Assista, também, pelo Univer Vídeo.


  • Por Débora Picelli / Foto: Thinkstock 


reportar erro