Rede aleluia
Plataforma cria namorada virtual com base em pessoas reais
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 27 de Setembro de 2021 - 17:10


Plataforma cria namorada virtual com base em pessoas reais

Misturando realidade virtual com inteligência artificial, o intuito é suprir carência e solidão

Plataforma cria namorada virtual com base em pessoas reais

Carência e solidão são alguns dos motivos da busca desesperada por relacionamentos. Porém, muitos, diante de tantas tentativas frustradas, acabam desistindo de se relacionar com pessoas reais.

Sabendo disso, empresas de tecnologia aproveitam para oferecer a ilusão de que um namorado ou namorada virtual seria a solução para tal problema.

Recentemente, um site voltado exclusivamente para o público masculino ganhou destaque na mídia ao criar um aplicativo onde a pessoa pode desenvolver uma companhia virtual tendo como base uma aparência real. Além do app, a plataforma disponibiliza um dispositivo que combina sensores de alta sensibilidade com conectividade Bluetooth para dar respostas táteis. Isto é, o objetivo é usar todos os sentidos para que as emoções sejam afloradas e a pessoa tenha a falsa sensação de que está vivendo um relacionamento de verdade.

Como realmente resolver o problema?

O fato é que cada vez mais o virtual ganha espaço no lugar do real, justamente porque  um bom namoro ou casamento dá trabalho: é preciso ceder, dialogar, ouvir, lidar com problemas e uma série de outras coisas. Por outro lado, é muito cômodo estar com uma máquina, que foi criada ao seu gosto e vai falar tudo o que você quer ouvir.

Mas o problema de muitas pessoas que estão sozinhas é que elas não gostam de si mesmas. De acordo com o palestrante Renato Cardoso, alguém assim se torna insuportável aos outros. “É difícil amar quem não se ama”, destaca ele. “Se você não se gosta, você nunca terá uma vida amorosa feliz.”

Então, o caminho ideal é cuidar de você, identificar o que está errado. “Para acertar a sua vida com alguém, comece se acertando consigo mesmo. Pare de errar. Pare de se desgostar. Resolva o seu relacionamento consigo mesmo”, acrescenta o palestrante – leia mais clicando aqui.

Não é uma pessoa virtual que irá resolver a sua situação amorosa, mas você mesmo.

Para aprender a ficar bem consigo mesmo, participe das reuniões da Terapia do Amor, todas as quintas-feiras em uma Universal perto de você. Ou diretamente no Templo de Salomão, com o Bispo Renato Cardoso e sua esposa, Cristiane Cardoso. Na Avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste da capital paulista.


Plataforma cria namorada virtual com base em pessoas reais
  • Redação / Foto: Reprodução Virtual Mate 


reportar erro