Rede aleluia
Pesquisa confirma: falar sobre coisas boas com o cônjuge faz bem à saúde
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de julho de 2020 - 15:47


Pesquisa confirma: falar sobre coisas boas com o cônjuge faz bem à saúde

Psicóloga americana diz que a solidão diminui e o casal dorme melhor. Veja

Pesquisa confirma: falar sobre coisas boas com o cônjuge faz bem à saúde

Casais que compartilham boas notícias dormem melhor. Foi o que constatou uma pesquisa da psicóloga Sarah Arpin, professora de psicologia na Universidade Gonzaga, nos Estados Unidos.

Em seu estudo, ela analisou 162 casais por 32 dias, com perguntas diárias relacionadas ao compartilhamento de experiências positivas e a resposta dos parceiros.

Arpin e seus colegas perceberam, ao mesmo tempo, que quando os parceiros são receptivos e se apoiam, além de dormir melhor, houve a diminuição da solidão e a melhoria da saúde em geral.

“Quando você compartilha algo bom e o destinatário da informação fica feliz por você, a experiência positiva de ambas as partes aumenta”, diz Arpin. “Entretanto, quando alguém ‘joga um balde de água fria’, isso pode ter consequências negativas”.

A importância do diálogo

O diálogo saudável é peça fundamental para um relacionamento bem sucedido. Da mesma forma, a falta dele está ligada ao distanciamento de objetivos e frieza.

“Às vezes você pensa que está ao lado do seu parceiro e, na verdade, está bem distante devido à ignorância que ambos têm do que realmente querem um do outro”, fala a escritora Cristiane Cardoso no livro Casamento Blindado.

No dia a dia do casal, o diálogo é essencial a fim de resolver desde as questões mais simples, até as mais complicadas. “Quando falta diálogo no relacionamento, tudo começa a dar errado. Ele é como óleo no motor do seu carro: se não estiver em dia pode comprometer o motor inteiro. Os assuntos ficam mal resolvidos e os probleminhas viram problemões”, fala o também escritor Renato Cardoso.

Saiba conversar

Se essa tem sido uma dificuldade no seu relacionamento, procure iniciar a comunicação de forma carinhosa, prazerosa e desarmada. Da mesma forma, siga estas dicas dos professores da Escola do Amor Responde:

– Escolha a hora certa para falar, nunca quando a outra pessoa está estressada.

– Sempre comece em tom suave, nunca agressivamente, nem com ironia ou cobranças.

– Ouça mais do que fale, mas fale também. Não deixe a outra pessoa adivinhando seus pensamentos.

– Ouvir significa dar espaço para ele se expressar e refletir sobre o que diz, resistindo a tentação de retrucar e se defender. Permita que seu parceiro termine de falar, por mais que você não goste muito do que ele está falando.

Para investir na sua vida amorosa de forma inteligente, participe das palestras da Terapia do Amor, que acontecem toda quinta-feira, no Templo de Salomão. Os horários são 10h, 15h e 20h.

Você também pode participar em uma Universal mais próxima de sua casa. Encontre o endereço aqui.


Pesquisa confirma: falar sobre coisas boas com o cônjuge faz bem à saúde
  • Rafaella Rizzo / Fotos: Getty Images 


reportar erro