Rede aleluia
Perto de shoppings, voluntários oferecem ajuda a quem sofre com depressão
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Dezembro de 2022 - 17:22


Perto de shoppings, voluntários oferecem ajuda a quem sofre com depressão

Mutirão aconteceu neste domingo (4), em várias cidades do país

Neste domingo (4), o programa social Depressão Tem Cura (DTC) realizou a ação “Stop Depression – Operação Fim de Ano” nos arredores de shoppings dos 26 estados brasileiros e Distrito Federal. O intuito foi prestar atendimento a pessoas que sofrem com problemas emocionais, como depressão e ansiedade.

De acordo com a pesquisa Vigitel do Ministério da Saúde, divulgada em abril, 11,3% dos brasileiros afirmaram ter recebido diagnóstico médico de depressão no ano interior, o que correspondia a cerca de 23 milhões de pessoas.

Na ação “Stop Depression – Operação Fim de Ano”, voluntários ofereceram atendimento e escuta qualificada em pontos próximos aos principais centros de compras do país, em praças, pontos de ônibus e semáforos.

A principal ação de São Paulo aconteceu na Praça Oswaldo Cruz – próxima ao Shopping Pátio Paulista. Na oportunidade, além do suporte emocional oferecido pelos voluntários, o programa social distribuiu 200 exemplares do livro “Eu Venci a Depressão”, de autoria da médica Eunice Higuchi.

O responsável pelo Depressão Tem Cura, Jefferson Garcia, explica que esse trabalho foi realizado em frente aos shoppings porque “no final de ano a depressão, a ansiedade e a solidão aumentam e, com isso, as pessoas tentam preencher o vazio com compras e passeios. O DTC esteve nos locais dando toda assistência, ouvindo, orientando e mostrando que existe uma solução para essa tristeza”.

Segundo Jefferson, a ação também é uma forma de divulgar o evento “Vida a Cores” que acontecerá no dia 18/12 em todo Brasil, e ajudará as pessoas a combater o mal do século.

“Tive depressão com a descoberta de uma gravidez não planejada aos 16 anos. Meu filho nasceu com graves problemas neurológicos e motores. Eu desejava a morte. Chorava todos os dias. Tinha muita angústia, tristeza, não conseguia sorrir, parei de estudar e fiquei irreconhecível”, conta Cristiane Andrade de 41 anos, voluntária do DTC há 2 anos.

Ela obteve ajuda de voluntários do programa social e conseguiu superar os problemas que enfrentava. “Me identifiquei com o trabalho e por saber que muitas pessoas sofrem silenciosamente, vi uma oportunidade de poder ajuda-las”.

O Depressão Tem Cura foi criado pela Igreja Universal do Reino de Deus em 2018. Por meio de suas ações, o grupo levou apoio emocional e esperança para 1,2 milhão de brasileiros em 2021.


Perto de shoppings, voluntários oferecem ajuda a quem sofre com depressão
  • Unicom / Fotos: Cedidas 


reportar erro