Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de setembro de 2018 - 00:05


Pastor norte-americano comete suicídio

A depressão pode atingir até mesmo aqueles que dizem conhecer a fé. Saiba o que é preciso fazer

Uma triste notícia abalou uma igreja local, na Califórnia, nos Estados Unidos: um jovem pastor, chamado Andrew Stoecklein, suicidou-se.
Apesar de ter sido socorrido, Andrew não aguentou e faleceu enquanto estava internado em um hospital, no dia 25 de agosto último. A maneira como ele atentou contra a própria vida não foi divulgada pela família. Ele cuidava da igreja que o próprio pai havia fundado, era casado e tinha três filhos pequenos.
Sobre a tragédia, a família apenas divulgou que ele sofria de depressão e ansiedade. Não foi possível determinar quando esses problemas começaram. O que se supõe é que a morte do pai de Andrew – ocorrida em outubro de 2015 – possa estar relacionada. Em uma publicação nas redes sociais, ele desabafou dizendo que sentia muita falta do pai e que não estava sendo fácil conviver com a sua ausência.
No Instagram, sua esposa Kayla escreveu: “Por favor, orem por mim e pelos garotos. Eu não sei como vou enfrentar isso, estou completamente arrasada, perdida e vazia. Nunca em um milhão de anos teria imaginado que este seria o fim de sua história.”
Ao final da postagem, ela também incentivou que caso alguém esteja lutando contra o desejo de suicídio procure por ajuda.
A origem da depressão
Como o Bispo Edir Macedo orienta, em seu blog, a depressão é um problema de origem estritamente espiritual: “Como a fé traz vida, a dúvida traz morte. Enquanto a fé estimula sonhos, esperanças e levanta a autoestima, a dúvida envenena sonhos, esperanças e promove depressões. Do ponto de vista espiritual, a depressão nada mais é do que um estado permanente de dúvida.”
O Bispo acrescenta que se o problema é espiritual, só pode ser resolvido por meio da fé em Deus.
Mas essa fé precisa ser prática. Para compreender melhor como a fé em ação funciona, confira, no vídeo abaixo, a história do médico e teólogo Walter Curty, de 72 anos:

Se você percebe a ação do mal e pensamentos ruins em sua vida – não importa a sua crença -, não perca tempo e participe ainda hoje de um encontro em uma Universal mais próxima de sua casa.
Você também pode receber um atendimento espiritual agora mesmo por meio do Pastor Online.


  • Daniel Cruz / Foto: Reprodução 


reportar erro