Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de outubro de 2018 - 15:06


Pastor evangélico denuncia ataque de opositores políticos

De acordo com o pastor, sua casa foi alvejada a tiros por ele declarar seu voto no PSL

A casa de um pastor evangélico da igreja Assembleia de Deus foi alvejada por tiros na madrugada do último domingo (14). O crime ocorreu na cidade cearense de Itapajé, a 130 km da capital Fortaleza. De acordo com o próprio pastor residente no local os disparos teriam sido realizados por questões políticas.

Em vídeo divulgado via internet, o Pastor José Costa de Melo, conhecido como Pastor Zezinho, afirma que estava reunido com sua família quando ouviu os disparos. Janelas, carros e portões foram danificados, mas ninguém ficou ferido.

De acordo com o pastor, os tiros ocorreram após o mesmo declarar seu apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), por entender que os ideais do presidenciável se aproximam mais dos dele.

“Eu expressei meu apoio a ele no sentido como cidadão, um direito que me assiste de fazer a minha escolha”, relata o pastor em vídeo produzido pelo jornal local Ceará News. “Nós estávamos nas vésperas da eleição e eu disse que nós estávamos com o poder na mão para definir as nossas escolhas e que procurassem aquele que mais se identifica com o nosso credo, com a nossa forma de crer, de ver, principalmente porque estamos vivendo em um país onde as coisas estão muito, assim, muito à vontade”.


  • Redação/ Imagem: Reprodução internet 


reportar erro