Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de outubro de 2019 - 09:56


Outubro Rosa: Palestra ensina a detento sobre a importância do autoexame

Câncer de mama também pode atingir os homens

Anualmente, no mês de outubro, o programa social Universal nos Presídios (UNP), leva para dentro das penitenciárias femininas do Brasil e exterior, palestras de conscientização do câncer de mama nas mulheres. Neste ano, pela 1º vez, a UNP também abordará o tema nos presídios masculinos. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), ainda que raro, a patologia atinge em 1% dos homens entre os casos divulgados. Para 2019, foram estimados cerca de 60 mil novos registros da doença no Brasil.

A oncologista Eliceia Zenaro explica que o câncer de mama em homens é muito semelhante ao que atinge as mulheres, mas costuma ser detectado em estados avançados. “Isso acontece por desconhecerem a possibilidade de desenvolverem câncer de mama e também por questões socioculturais, o que leva a uma demora na busca por auxílio médico”, informou a especialista.

Para o responsável do UNP, Clodoaldo Rocha, o objetivo da ação é proporcionar aos reclusos maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuir para a redução da mortalidade. No ano passado, foram registrados 13 mil óbitos no Brasil.

 

Sintoma nos homens 

  • Nódulo ou caroço no peito, atrás do mamilo ou logo abaixo da auréola, que não causa dor;
  • Mamilo virado para dentro;
  • Dor numa determinada área do peito que surge tempos depois do surgimento do nódulo;
  • Pele enrugada ou ondulada;
  • Saída de sangue ou líquido pelo mamilo;
  • Vermelhidão ou descamação da pele da mama ou mamilo;
  • Alterações do volume da mama;
  • Inchaço das ínguas na axila.

 

Sintomas nas mulheres

 

  • Nódulo único endurecido.
  • Irritação ou abaulamento de uma parte da mama.
  • Inchaço de toda ou parte de uma mama (mesmo que não se sinta um nódulo).
  • Edema (inchaço) da pele.
  • Eritema (vermelhidão) na pele.
  • Inversão do mamilo.
  • Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas.
  • Sensação de nódulo aumentado na axila.
  • Espessamento ou retração da pele ou do mamilo.
  • Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos.
  • Inchaço do braço.
  • Dor na mama ou mamilo.

 


  • Unicom / Foto: Getty Images 


reportar erro