Rede aleluia
Oportunismo político na onda do coronavírus
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 28 de Março de 2020 - 11:54


Oportunismo político na onda do coronavírus

Não se deixe manipular por políticos. "Entrelinhas" deste domingo explica a situação do Brasil durante a pandemia

Oportunismo político na onda do coronavírus

Políticos oportunistas não perdem a chance de atacar. E é isto o que está acontecendo no Brasil neste momento. Prefeitos, governadores e outras pessoas que deveriam defender a população estão espalhando o pânico e praticando um populismo doentio, com a intenção de angariar votos para as próximas eleições.

O importante para estes governantes  é transformar a pandemia em crise política. Nesta equação, quem perde é o povo brasileiro.

Crise inigualável

O Ministro da Economia Paulo Guedes alertou sobre a possibilidade de o Brasil passar por uma “crise econômica que nunca sofremos antes”, caso haja uma paralisação brusca da economia durante meses.

O resultado já pode ser visto hoje: somente nos últimos meses mais de 65% das famílias brasileiras precisaram recorrer a empréstimos financeiros. Mesmo assim, falta comida na mesa de milhões de trabalhadores.  Com o comércio fechado os preços sobem, a renda diminui. Quando a pandemia passar, os brasileiros estarão ainda mais endividados.

Uma economia quebrada gera o caos na sociedade: preços abusivos, diminuição no poder aquisitivo da população, aumento da criminalidade…

Assim, o brasileiro não pode parar de trabalhar. Afinal, o aluguel não para de ser cobrado. Só quem pode se dar ao luxo de passar semanas parado em casa são os milionários, que pouco se importam com a população em geral – mas chegam a governar estados do tamanho de São Paulo.

Entrelinhas, para entender tudo isso

É verdade que entender oportunismo político é difícil para milhões de brasileiros. Isso porque a população é educada para odiar a política. Especialmente nas últimas décadas, o Governo se aproveitou disso para roubar e enganar a população.

Por isso, o programa Entrelinhas deste domingo (29), abordará o assunto e esclarecerá aos telespectadores a situação que o Brasil enfrenta hoje.

Por que tantos querem uma crise econômica no Brasil?

Por que o COVID-19 está sendo tratado diferente do H1N1?

O que a mídia ganha com o pânico da população?

O que leva prefeitos e governadores a quererem chamar tanta atenção em ano de eleição?

O Entrelinhas vai ao ar neste domingo, às 20h, pelo Univer Vídeo. Não perca!


Oportunismo político na onda do coronavírus
  • Andre Batista / Foto: Cedida 


reportar erro