Rede aleluia
O que você vê nos outros, na verdade, está em você
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de outubro de 2020 - 02:23


O que você vê nos outros, na verdade, está em você

Poderosa, personagem da novela Amor sem igual, mostra as reações de alguém que traz dentro de si traumas do passado. Entenda

O que você vê nos outros, na verdade, está em você

Quando criança, rejeitada pelo pai. Na adolescência abusada pelo namorado da mãe. Para fugir de todo esse sofrimento e lutando para sobreviver acaba entrando na prostituição.

Tentando evitar que toda a dor do passado volte a se repetir, Angélica, personagem da novela Amor Sem Igual , exibida de segunda a sexta-feira, às 20h45 pela Record TV , se esconde atrás do nome “Poderosa”.

Apesar de afirmar para todos que é uma mulher forte, a amargura da sua vida é exposta diante do amor do agrônomo, Miguel. Ela não consegue aceitar a chance de uma nova vida por achar que, mais uma vez, será rejeitada como no passado. Mas, na verdade, tudo o que ela deduz a respeito dele é o que ela pensa sobre si mesma.

No vídeo abaixo é possível assistir a uma cena que registra um destes momentos:

Onde está escondido

Reações como a da personagem são mais comuns na vida real do que se imagina. E a razão delas está no coração. Como fonte de sentimentos, o coração é capaz de guardar todas as experiências e de desenvolver emoções com grandes reflexos em nosso humor e na formação da nossa personalidade.

Nele também se escondem sentimentos dos quais ninguém se orgulha, mas prefere deixá-los lá, já que ninguém sabe e por isso não irá julgar. Porém, esse mal interior gera frutos como descrito pelo apóstolo Paulo:

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”. Gálatas 5.19-21

A escritora e apresentadora Cristiane Cardoso, idealizadora do Curso do Autoconhecimento, promovido pelo projeto Raabe, explica que esses frutos normalmente vêm com os traumas, as decepções e os sofismas – que são mentiras propositalmente disfarçadas por argumentos verdadeiros, para que possam parecer reais.

Um exemplo: guardar mágoa de uma pessoa, mesmo que ela não esteja mais presente. Cristiane esclarece que tal sentimento influenciará em comportamentos ruins contra outras pessoas que nada têm a ver com aquela que a machucou.

A única saída

Há uma alternativa para mudar este quadro: deixar de viver pelos frutos da carne e optar pelos frutos do Espírito.

Contudo, mesmo reconhecendo e decidindo não deixar aquilo no seu coração, vem a parte mais importante: preencher o espaço que ficou vazio depois de tirar todas essas coisas ruins do seu interior. “Para obtermos o fruto de uma árvore específica, precisamos plantar as sementes dela. O mesmo se aplica aqui. Para colher do Espírito precisa tê-Lo antes. O Espírito de Deus é o único que pode dissolver tudo de ruim que há dentro de nós”, ressalta Cristiane.

Se conheça

Não se pode mudar o que não se conhece, e esta afirmação é ainda mais real quando se refere a nós mesmos. Mensalmente, o projeto Raabe promove o Curso do Autoconhecimento. Ele tem sido um divisor na vida de mulheres que têm se comprometido a escreverem uma nova história para suas vidas, não apagando os erros do passado, mas aprendendo com eles e não os repetindo mais.

Para mais informações a respeito do curso, entre em contato pelo e-mail projetoraabe@gmail.com ou por meio das redes sociais do grupo no Facebook e Instagram.

Também é possível encontrar o endereço mais próximo onde o projeto é realizado, clicando aqui.


O que você vê nos outros, na verdade, está em você
  • Núbia Onara / Foto: Reprodução 


reportar erro