Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 18 de novembro de 2018 - 00:05


O que observar antes de namorar

Antes de trocar seu status de relacionamento, é preciso saber se ele ou ela é a pessoa adequada para você

“O conceito de namoro está praticamente perdido atualmente.” Com essas palavras, os escritores Renato e Cristiane Cardoso começam a explicar o que é namorar no primeiro capítulo do livro Namoro Blindado.
Eles afirmam que as pessoas invertem as fases da relação e entendem que namorar significa ter uma companhia nos finais de semana, sexo sem compromisso e ir morar juntos, entre outros.
O fato é que “namoro é descobrir se a pessoa tem palavra. Se você começou a perceber que a pessoa não é muito fiel à sua palavra e conta mentirinhas, então você não deve demorar para tomar a decisão de terminar, porque não é o sentimento que manterá vocês juntos”, observa Renato.
O casal argumenta que é essencial analisar o caráter do pretendente, observar a comunhão dele com Deus, os objetivos de vida, a forma que ele lida com a vida profissional e com os problemas do dia a dia.

Passos certos
Quando se conheceram, Murilo Henrique Silva, de 23 anos, e Gabriella Santeros Medina, de 19 anos (foto a dir.), buscaram observar as características um do outro antes de iniciar o relacionamento.
“Nos conhecemos na igreja em 2016 e a primeira coisa que chamou atenção foi que tanto eu como ela frequentávamos a Terapia do Amor. Ela era discreta e tratava muito bem as pessoas, sem contar que priorizava a Deus assim como eu”, conta o rapaz.
Para agir corretamente, eles leram o livro Namoro Blindado antes de decidir namorar. “Cada conselho foi muito importante. Entendi que preciso me amar primeiro para poder amar outra pessoa”, diz Murilo. Para Gabriella, o livro ensinou o que não se deve aceitar. “Se hoje a pessoa mostra que é abusiva e grita, ela provavelmente fará muito pior durante o casamento. Outro ponto que aprendi foi a importância de impor limites no namoro”, enumera.
Agora eles estão se preparando para casar em 2019. “Nosso relacionamento só está dando certo porque decidimos respeitar cada fase da relação”, conclui Gabriella.

Priorizando a Verdade
O casal Jaqueline Souza Degomar, de 24 anos, e Gabriel de Melo Degomar, de 22 anos (foto a esq.), viveu uma verdadeira transformação durante o namoro. “Conheci o Gabriel no Facebook e, depois que nos vimos pessoalmente, decidimos namorar, mas ficamos apenas dois meses juntos e nos separamos. Então voltei a frequentar a Terapia do Amor. Quando ele me procurou para que voltássemos, falei para ele sobre a fé que havia despertado em mim e ele quis conhecer”, conta Jaqueline.
Gabriel passou a frequentar a Terapia do Amor. “Nas palestras aprendi que o verdadeiro amor não tem nada a ver com atração, mas com a fé inteligente.” Depois de nove meses juntos, eles se casaram no dia 15 de novembro na Celebração dos Casamentos. “Sempre sonhei me casar e ser um bom marido. Agora sei que estou fazendo isso da forma correta”, diz Gabriel.
Por isso, é importante que quem quer ter uma vida amorosa feliz invista primeiro em si mesmo para depois apostar em um relacionamento.


  • Ana Carolina Cury / Fotos: Fotolia, Cedida e Demetrio Koch 


reportar erro