Rede aleluia

Notícias | 14 de agosto de 2019 - 13:01


O que o filme Nada a Perder causa nas pessoas

Veja o depoimento de um jovem que mudou de vida após assistir a primeira parte da cinebiografia

O filme “Nada a Perder 2: Não Se Pode Esconder a Verdade” tem estreia nacional nesta quinta-feira, dia 15/08. O longa conta a história de vida do Bispo Edir Macedo após sua prisão, em 1992, e é a continuação de “Nada a Perder: Contra Tudo, Por Todos”.

A primeira parte da cinebiografia, lançada em 2018, quebrou vários recordes de audiência. Foi, por exemplo, o filme mais assistido da história do cinema nacional, com mais de 12 milhões de ingressos vendidos.

Lançada em outros países, a película também bateu recordes no exterior. Em Angola, por exemplo, se tornou o 3º filme mais assistido da história. Já nos Estados Unidos, teve a estreia mais expressiva entre todos os filmes brasileiros exibidos na História.

Efeito nos telespectadores

Adultos, jovens e crianças são tocados pelas cenas e os exemplos de superação e lições de vida exibidos no filme. Um deles foi Pedro Henrique, de apenas 15 anos. Morador de Campinas, interior de São Paulo, ele cresceu rebelde e causava problemas para sua família.

“Eu agredia minha mãe e professores verbalmente, me envolvi com o tráfico e usei drogas. Por isso, não estava nem aí para minha vida, decepcionei muito minha família quando descobriram que estava nos vícios”, conta.

Mas ao assistir ao filme Nada a Perder 1, ele começou a refletir sobre seu futuro e entendeu que precisava mudar suas atitudes. “Voltando do cinema, vi meus colegas usando drogas e percebi como aquilo era ruim. Fui para casa e fiz as pazes com a minha mãe, passei a frequentar as reuniões também”, afirma. Ele já não era mais o mesmo garoto.

Assista no vídeo abaixo seu depoimento completo:

Não perca a estreia de “Nada a Perder 2” nesta quinta-feira, 15/08. Os ingressos já estão à venda nas bilheterias e no site ingressos.com.


  • Rafaella Rizzo / Foto: Divulgação 


reportar erro