Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de janeiro de 2018 - 02:05


O que fazer nos 21 dias do Jejum de Daniel?

Entenda como você deve se comportar durante esse período

Antes de saber o que fazer é preciso entender o que deixar de fazer durante o Jejum de Daniel:
– Remova todas as atividades desnecessárias e inúteis da sua vida e que desviam o seu foco de Deus.
– Avalie sempre partindo do princípio do que é necessário. Necessário é comer, beber, dormir, trabalhar, estudar, cuidar da vida espiritual, da sua saúde e dos seus relacionamentos (sejam familiares, de amizade, vida a dois). Exclua o que é um mero entretenimento ou distração, o que não acrescenta nada à sua vida.
E agora que eu entendi o que não fazer, o que eu devo fazer?
Ficar mais em contato com a voz de Deus. Siga os 4 passos abaixo para isso:
1. Medite na Palavra de Deus. Isso não se trata de quantidade de leitura, mas no que você absorve daquilo que irá ler;
2. Vá à igreja durante esses 21 dias o máximo que puder para buscar o Espírito Santo;
3. Tenha os seus momentos com Deus também fora da igreja. Reserve períodos de oração. Orar é conectar a mente diretamente com Deus, e isso pode ser feito em qualquer hora ou lugar.
4. Procure absorver conteúdos espirituais: utilize o aplicativo da Universal em seu celular ou tablet, acompanhe o Universal.org, as mensagens nos blogs da Universal, o blog do Bispo Macedo, veja a TV Universal, ouça a Rede Aleluia de rádio, assista à novela Apocalipse, pela Record TV, e a filmes bíblicos e conteúdo cristão especial pelo Univer. Mas, cuidado: não visite tudo quanto é site ou assista tudo quanto é vídeo só porque o conteúdo é cristão, porque assim você poderá cair no mesmo problema: se encher de informação.

Ouça a voz de Deus e aja

“O mais importante é você meditar no que Deus quer falar com você, e Ele fala somente por uma razão: porque quer que você aja, tome uma atitude, investindo na direção que Ele está passando. Se Ele vir que você não vai praticar o que Ele fala, pode ter certeza de que não vai falar. O mais importante é ouvir a voz de Deus e agir em cima do que Ele fala que é para fazer. Só assim você verá o resultado do Jejum de Daniel na sua vida”, destaca o bispo Renato Cardoso.
A voz de Deus não virá quando de repente as nuvens se abrirem e algo como um trovão vier do céu, não. Ela virá suave, porém firme na sua mente. Uma resposta que você busca há tanto tempo, algo que Ele lhe fará lembrar, entre outras coisas. Você está disposto a ouvir a voz de Deus e pôr em prática a Sua direção? Se estiver, o Jejum de Daniel é para você.
Compartilhe esse artigo com os seus familiares e amigos e os convide também para esses 21 dias de transformação espiritual. Confira o vídeo abaixo e saiba mais:



  • Por Núbia Onara / Foto: Shutterstock 


reportar erro