Rede aleluia
O que está por trás do fracasso financeiro?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de Julho de 2022 - 00:05


O que está por trás do fracasso financeiro?

Contrariando o pensamento de que o problema é falta de dinheiro, o Congresso para o Sucesso revela o caminho para a prosperidade

O que está por trás do fracasso financeiro?

De acordo com o último relatório da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 77,4% das famílias brasileiras estão endividadas. O problema é que as dificuldades financeiras podem impactar a saúde física e emocional delas. Uma pesquisa da Associação de Psicologia dos Estados Unidos revelou que o dinheiro é a principal fonte de estresse para a maioria das pessoas. Outro importante instituto norte-americano, o Money and Mental Health Policy Institute, afirma que pessoas superendividadas correm três vezes mais riscos de ter problemas graves de saúde mental.

Crises de ansiedade, problemas de insônia e para dormir, tensões musculares frequentes, pressão alta e dores de cabeça também foram relatados pela maioria dos entrevistados que estavam passando por uma crise financeira em um estudo realizado pela principal agência norte-americana de pesquisa de transtornos mentais, o National Institute of Mental Health.

É justamente por reconhecer o impacto que a área financeira tem na vida das pessoas e pela necessidade de ajudar aquelas que estão desesperadas por causa da falta de recursos financeiros que o Congresso para o Sucesso é realizado todas as segundas-feiras na Universal. “Quando entendemos que a prosperidade não diz respeito apenas ao dinheiro, mas à qualidade de vida, inclusive no âmbito emocional e espiritual, comprovamos sua necessidade para que o ser humano possa desfrutar daquilo que Deus planejou”, diz o Bispo Leandro Zangarini, responsável pelo congresso no Templo de Salomão, em São Paulo.

O diferencial dessas palestras é em que tipo de conteúdo estão baseadas. “Todas elas têm como base a Palavra de Deus, ou seja, a Palavra da Criação, aquela que gerou o Universo e pode gerar uma nova vida para aquele que crê. Além disso, realizamos um combate espiritual à força da miséria, responsável direta por impedir o progresso de muitas pessoas capacitadas e trabalhadoras, que, apesar de seus esforços, não conseguem alcançar seus objetivos”, diz Zangarini.

O Bispo conta que toda semana os participantes são orientados a colocar a Fé em ação por meio de propósitos inspirados na Bíblia. “A Fé que não tem obras é morta, portanto, se quisermos alcançar seus benefícios, não podemos deixar de exercitá-la”, enfatiza. Além disso, todo ano há um propósito principal que serve de base para os encontros. Neste ano está em curso o Propósito do Peitoral do Pacto, que é inspirado na peça sagrada usada pelos sacerdotes para que tomassem sábias decisões (Êxodo 28.30) e funciona como símbolo da chave de acesso à direção e ao poder de Deus. “Costumo dizer que a prosperidade começa na mente e que, quando se tem a direção certa, tomamos decisões que geram resultados positivos e consequentemente o sucesso”, destaca.

Direção certa
Se a direção certa é a chave para o sucesso financeiro, a falta dela é o principal motivo do fracasso, ressalta o Pastor Roberson Guerra, que realiza o Congresso para o Sucesso na Bahia. “Muitas pessoas fracassam porque trabalham com a força do braço, tentam resolver seus problemas com o que acham, da maneira que pensam, buscam ajuda de amigos, em bancos e alguns até com agiotas e fracassam ainda mais. Falta direção e, é claro, só Deus dá a direção certa”, diz.

A primeira e principal direção que é transmitida nas palestras é sobre mudança de mentalidade, visto que, de acordo com o Pastor Roberson, as pessoas chegam focadas apenas em resolver seus problemas financeiros, quando a mentalidade que as fará prosperar é fazer “um pacto com Deus, uma aliança com Ele para que tenham não apenas os problemas aqui da Terra resolvidos, mas, sobretudo, os com o Céu, com Deus”. Dessa forma, elas alcançarão o verdadeiro sucesso que é muito mais do que obter bens e dinheiro: o sucesso de ter Deus como sócio e o nome escrito no livro da vida.

Participar das palestras e não alcançar resultado só será possível se a pessoa não seguir a direção que for ensinada. “O segredo do congresso é justamente a prática dos ensinamentos compartilhados ali. Isso requer, além de Fé, perseverança, uma vez que, seguindo a lei da semeadura, haverá frutos que colheremos mais rapidamente e outros que exigirão uma espera maior. O importante é não desanimar e não quebrar o pacto que estabelecemos com Deus, pois a colheita é garantida”, conclui o Bispo Zangarini.

O Congresso para o Sucesso acontece todas as segunda-feiras no Templo de Salomão e em todos os templos da Universal no Brasil.


O que está por trás do fracasso financeiro?
  • Núbia Onara / Fotos: Demetrio Koch 


reportar erro