Rede aleluia
O que a dor pode lhe revelar
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 4 de Fevereiro de 2021 - 17:17


O que a dor pode lhe revelar

Saiba como lidar com os problemas que você tem enfrentado

O que a dor pode lhe revelar

Você pode encarar a dor como algo ruim que está acontecendo em sua vida. Obviamente, ninguém quer acordar e sentir dor. Mas, a dor também pode ser encarada como uma comunicação que aponta para algo que precisamos nos atentar.

O que a dor pode lhe revelar?

Durante a programação “Inteligência e fé”, do dia 4 de fevereiro, o Bispo Renato Cardoso observou que quando uma parte do nosso corpo sente dor é um sinal de que algo ali não vai bem.

“Essa dor é uma mensagem que o meu corpo envia para o meu cérebro, dizendo o seguinte: você tem que prestar atenção aqui, porque algo está ferindo”, avaliou.

Do mesmo modo, ocorre com a dor interior que uma pessoa sente. Quando uma pessoa pratica a automutilação, por exemplo, ela está expressando na dor física a dor que ela sente na alma. Ou seja, há algo de errado que ela precisa tratar na raiz do problema.

“O certo é você aproveitar a dor para mudar alguma coisa e não para sofrer, reclamando ou murmurando daquele problema. Deve entender o que a dor está dizendo, a mensagem que ela está comunicando e, então, agir com inteligência sobre esta mensagem”, orientou o Bispo.

Em outras palavras, assim como o corpo instintivamente reage se afastando da dor, a pessoa precisa resolver rapidamente o que a sua dor interior está comunicando.

Talvez, seja uma dor causada pela miséria e as dívidas financeiras ou uma dor causada por um mau relacionamento conjugal. Não importa. A reação da pessoa tem de ser a mesma para qualquer situação: encontrar a raiz do problema e trabalhar no que está acontecendo ali.

“As pessoas reclamam, choram, ficam com raiva, tentam se vingar, entram em depressão. Porque elas não sabem entender a mensagem da dor. Você tem que aprender a ouvir a dor que você está sentindo. Ouvir não é ‘curtir’ a dor. É entender o que você precisa fazer”, acrescentou o Bispo.

Por exemplo, se a pessoa sente a dor de uma rejeição amorosa, ela precisa saber se valorizar, resolver o sentimento que ela nutre em seu interior e buscar orientação para se tornar uma pessoa ainda melhor.

Busque ajuda

Portanto, se você está sentindo dor em alguma área da sua vida, não perca tempo e busque uma solução urgentemente, antes que a situação piore. Procure aprender também sem ter que sentir dor, sem ter que passar por experiências difíceis.

No Templo de Salomão e em toda Universal (consulte o endereço aqui), a cada dia da semana há uma reunião específica para tratar de cada área da vida. São lições valiosas e práticas que você pode aplicar imediatamente, à luz da Palavra de Deus. Participe ainda hoje.


O que a dor pode lhe revelar
  • Da Redação / Foto: Getty Images 


reportar erro