Rede aleluia
O perigo do amor ao dinheiro
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de outubro de 2020 - 17:29


O perigo do amor ao dinheiro

Mulher leva idoso morto ao banco para fazer prova de vida. Entenda

O perigo do amor ao dinheiro

Recentemente, um caso ocorrido na cidade de Campinas, interior paulista, deixou muitas pessoas perplexas. Uma mulher de 58 anos foi até agência do Banco do Brasil da cidade para sacar o benefício do companheiro, um escrivão aposentado e viúvo de 92 anos.

Segundo o Boletim de Ocorrência, a mulher, alegou ao banco que tinha perdido a senha de letras da conta do suposto companheiro, e por isso, o banco informou ser necessário que o homem fosse até a agência para fazer a prova de vida como medida de segurança.

Ao chegar à agência, na tentativa de apressar o atendimento, a mulher disse que o homem estava passando mal, então os bombeiros foram acionados para ajudá-lo. Foi quando eles constataram que o idoso não só estava morto, como o óbito teria ocorrido há 12 horas.

A polícia foi chamada e a mulher negou qualquer crime, mas, diante dos fatos, o delegado que comanda a investigação decidiu pelo indiciamento por tentativa de estelionato e desrespeito a cadáver.

O amor ao dinheiro

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se transpassaram a sim mesmos com muitas dores” (1 Timóteo 6.10)

O amor ao dinheiro realmente gera todo tipo de coisa ruim. Veja que no versículo acima o apóstolo Paulo diz que o dinheiro não é a raiz de todos os males e sim o amor a ele. Dinheiro é bom e todo mundo gosta. Quanto mais, melhor. O problema é quando as pessoas começam a querê-lo mais que tudo na vida.

Esse amor ao dinheiro faz de suas vítimas o primeiro e mais importante senhor na vida. Por conta disso, quem o ama mata, rouba, trai, destrói, enfim, é capaz de fazer qualquer coisa para tê-lo.

Entregue sua alma para Deus

“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.” Mateus 22.37

Entregar-se a Deus de corpo, alma e espírito, e amá-lO de todo coração significa torná-lO mais importante do que tudo na sua vida. Mais do que a esposa, o marido, os filhos, os pais, a posição social, carreira, reputação, os sonhos pessoais, o dinheiro e até mais do que a própria vida. Agradá-lO passa ser o seu principal objetivo. Tudo aquilo que possa tirá-lO desse foco, por mais que doa, você deve abrir mão.

Se você deseja estreitar o seu relacionamento com Deus, participe das reuniões que acontecem aos domingos, no Templo de Salomão ou em uma Universal mais próxima de sua casa. Clique aqui e encontre o endereço.


O perigo do amor ao dinheiro
  • Sabrina Marques / Foto: Getty images 


reportar erro