Rede aleluia
“O Espírito Santo é o meu tesouro precioso”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de Maio de 2022 - 23:13


“O Espírito Santo é o meu tesouro precioso”

A paz que Cleuza Ribeiro tem hoje vem do Espírito de Deus. Saiba como ela conquistou essa alegria

“O Espírito Santo é o meu tesouro precioso”

Cleuza Ribeiro tem 36 anos e, hoje, ela pode afirmar que o Espírito Santo é o seu tesouro precioso. Mas esta conquista só foi possível, quando ela aceitou o convite para conhecer a Deus, na Universal.

Entenda o caso:

Antes de ter um encontro com Deus em uma das reuniões ministradas na Universal, Cleuza Ribeiro passou por uma situação bem delicada. Ela tentou o suicídio por duas vezes, se jogando em frente aos carros.

“Em uma dessas tentativas, o motorista saiu do carro, muito nervoso, e me disse que ele tinha família e muita vontade de viver e se eu quisesse morrer, o problema era meu!” lembra.

Cleuza conta que chegou a esse extremo, após se separar do marido; o homem, além de agressivo, também, a diminuía com palavras e, por isso, a moça acabou entrando em uma depressão.

O que vem a seguir:

Após atentar contra a própria vida, Cleuza lembra que recebeu um convite de uma senhora para ir até a Universal assistir a uma reunião de fé.

“Vi que aquela senhora tinha algo diferente no olhar e aquilo me chamou atenção, e então resolvi conhecer a igreja de que ela tanto falava”, disse.

Não demorou muito e Cleuza ficou livre daquele sentimento ruim, se entregou a Deus e foi batizada com o Espírito Santo.

Assista ao vídeo abaixo e conheça a história por completo:


“O Espírito Santo é o meu tesouro precioso”
  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro