Rede aleluia
O esforço que temos de aplicar em nossas vidas todos os dias
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de Setembro de 2022 - 15:08


O esforço que temos de aplicar em nossas vidas todos os dias

Confira esta mensagem do Bispo Renato Cardoso

O esforço que temos de aplicar em nossas vidas todos os dias

No inglês, existe a expressão “push yourself”, que no português pode perder um pouco do sentido de seu valor de significado. Essa expressão pode ser traduzida como “esforce-se” ou mais próximo do original “empurre-se”.

Por que isso é importante:

“Essa expressão traduz, realmente, aquilo que nós precisamos aprender a fazer todos os dias, que é o contrário de viver na zona de conforto. Viver na zona de conforto é quando a gente procura uma condição na vida, em todos os sentidos (emocional, físico, financeiro, relacionamento, espiritual), para se acomodar”, explicou o Bispo Renato Cardoso, durante a programação Inteligência e Fé, do dia 29 de setembro.

O que observar:

Assim, o ser humano tem a tendência de poupar energia e buscar o mínimo de esforço possível nas atividades diárias. Porém, quando fazemos o esforço mínimo, o corpo adoece. É o que acontece com as pessoas que, por causa do corpo sedentário, dormem mal, estão com sobrepeso ou não têm disposição física. Quando fazemos exercícios físicos, exigimos mais de nós. Assim, praticamos o “push yourself”. Você tem que “se empurrar”.

  • Se você quer conquistar objetivos em sua vida, não há outro caminho. Você precisa compreender a importância disso. Porque o mínimo de esforço gera o mínimo de felicidade no casamento, na saúde, em relação ao dinheiro, à comunhão com Deus e às demais coisas.
  • É importante também observar que se você está se esforçando, mas não está conseguindo os resultados que deseja, pode ser que você esteja aplicando esforço no lugar errado ou de maneira errada. Você tem que fazer um esforço inteligente. E, normalmente, esse esforço inteligente precisa ser realizado onde a gente não quer, ou é onde não sentimos vontade de nos dedicar.
  • “Empurre-se, porque a terra está à sua frente para ser conquistada”, finalizou o Bispo.
  • Clique aqui e acompanhe esta e outras mensagens do Bispo Renato Cardoso na íntegra.

O esforço que temos de aplicar em nossas vidas todos os dias
  • Da Redação / Foto: iStock 


reportar erro