Rede aleluia
O Altar lhe deu o que a faculdade jamais proporcionou
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de dezembro de 2019 - 09:59


O Altar lhe deu o que a faculdade jamais proporcionou

Eduardo confiava somente em sua formação para alcançar o sucesso. Mas isso não o ajudou a vencer os problemas. Entenda

O Altar lhe deu o que a faculdade jamais proporcionou

Muitas pessoas que nutrem preconceito contra a Universal afirmam que a igreja se aproveita da fé dos que têm pouco estudo. Mesmo com muitos membros formados em diversas áreas do conhecimento e testemunhos de mudança de vida impactantes, ainda há pessoas que acreditam nessa mentira.

Uma dessas pessoas era Eduardo. Formado em administração de empresas, com MBA em gestão financeira, por conta do seu conhecimento, nutria e repassava a ideia de que a igreja se aproveitava da fé dos mais humildes para roubar.

“Nunca gostei da Universal, sempre tive preconceito por tudo que via na mídia sobre o Bispo Edir Macedo e questões envolvendo dinheiro. O achava um manipulador”, conta.

Entretanto, o administrador não questionava a veracidade dessas notícias. Enquanto isso, tentava enfrentar e vencer seus problemas, sem muito sucesso.

“Eu era uma pessoa que, se tivesse alguma dificuldade, me abatia e ficava desanimado muito facilmente. Não tinha forças para reagir”, afirma.

“Aceitei por educação”

Mesmo vivendo em dificuldade, ele não pensava que a Universal seria um local onde buscaria ajuda. Até que amigos, que tinham uma vida extremamente problemática – mas conseguiram reverter a situação por meio da fé -, convidaram ele e a esposa para participar de uma reunião.

Relutante, ele aceitou, inicialmente, para agradar os amigos. “Aceitei por educação”, confessa. Mas ali ouviu coisas que fariam sua história começar a mudar.

Eduardo ressalta que quis voltar no domingo seguinte, pois se sentiu mais leve, com o coração aberto. “O principal ensinamento que absorvi foi o de confiar em Deus. A fé inteligente faz com que usemos a Palavra para tomar decisões”, enfatiza.

Ele reflete ainda que nunca ouviu numa sala de aula o que recebeu do Altar. “A faculdade ensina a teoria. Mas a fé, a perseverança, o não desistir diante da primeira porta fechada, não é ensinado em nenhum lugar. Só a fé em Deus pode ensinar”, diz.

Assista sua história completa no vídeo abaixo:

Venha aos domingos, no Templo de Salomão, para receber a mesma força e direção que Eduardo recebeu. Os encontros acontecem às 7h, 9h30 e 18h. O endereço é Avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste de São Paulo.

Para saber o endereço de outras igrejas, procure em nosso site.


O Altar lhe deu o que a faculdade jamais proporcionou
  • Rafaella Rizzo / Foto: Reprodução 


reportar erro