Rede aleluia
Novo templo da Universal será marco arquitetônico em Brasília
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de dezembro de 2019 - 00:05


Novo templo da Universal será marco arquitetônico em Brasília

Nova catedral terá conceito inovador e diferente de outras construções da Igreja

Novo templo da Universal será marco arquitetônico em Brasília

Até o final de 2023, um prédio arrojado e condizente com a tradição arquitetônica de Brasília abrigará a nova sede da Universal no Distrito Federal. Com área construída de 52 mil m² e uso de tecnologias sustentáveis, a catedral terá capacidade para acomodar 5,2 mil
pessoas sentadas.

O atual templo, localizado na Asa Sul, foi inaugurado em 2002 e comporta 1.870 pessoas. Contudo, em razão do crescimento populacional do Distrito Federal e do aumento do número de fiéis e simpatizantes da Universal, a Igreja decidiu expandir e construir a nova sede na área administrativa de Taguatinga.

Brasília foi projetada para ter 500 mil habitantes, mas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente, a população já ultrapassou os 3 milhões – incluindo o conjunto de regiões administrativas, que formam o Distrito Federal.

A nova Catedral estará situada na QS1, Rua 212, em um importante eixo viário da Estrada Parque do Contorno (EPCT), que faz a ligação com diversas rodovias federais. Ela vai atender os moradores de diversas regiões administrativas, como Águas Claras, Vicente Pires, Park Way, Ceilândia, Samambaia, Riacho Fundo, Guará, Núcleo Bandeirante, além de Taguatinga.

Diferencial
Segundo o Departamento de Engenharia da Universal (Engiurd), o projeto tem um conceito totalmente inovador e bem diferente do de outras construções da Igreja. Cerca de três mil pessoas estão envolvidas direta e indiretamente na obra.

“Teremos uma arquitetura contemporânea, diferenciada e com diversos desafios construtivos como, por exemplo, um estacionamento em espiral e contínuo para 571 vagas para carros e 61 vagas para motocicletas, com profundidade total de 16 metros”, explicou a arquiteta Caroline Teles.

Ela completou dizendo que “a entrada principal será caracterizada por um pórtico de linhas curvas com mais de 10 metros de altura, simbolizando a mão de Deus, onde todos os fiéis, ao entrar, receberão esse acolhimento de fato”.

Recursos de última geração, como sistema de som invisível, reúso de água e reaproveitamento do calor do ar-condicionado para aquecimento da água do batistério, serão utilizados.

A obra também prevê uma estrutura maior e mais moderna para a realização das atividades administrativas e produção de programas evangelísticos de rádio e TV.  O público infantil também contará um espaço amplo: serão nove salas para realização das atividades da Escola Bíblica Infantil (EBI) e berçário.


Novo templo da Universal será marco arquitetônico em Brasília
  • UNICom / Fotos: Cedidas 


reportar erro