Rede aleluia
Nova Zelândia promove “Evento de todas as respostas”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de outubro de 2019 - 10:11


Nova Zelândia promove “Evento de todas as respostas”

Encontro de fé reuniu milhares de pessoas no ASB Theatre – Aotea Centre, em Auckland. Saiba mais

Nova Zelândia promove “Evento de todas as respostas”

No dia 29 de setembro, milhares de pessoas participaram de um movimento de fé intitulado como o “Dia de Poder e Milagres”. Essa era a expectativa das pessoas que saíram cedo de suas casas, a fim de presenciar um momento histórico no ASB Theatre – Aotea Centre, em Auckland, na Nova Zelândia.

Lá, aconteceu um encontro especial, que ficou marcado pela cura de doentes, por vidas transformadas e perguntas respondidas, como o próprio nome do evento sugeria: All Answers Event (O Evento de Todas as Respostas).

Um grupo de Maori foi convidado para abrir o encontro de fé e eles mesmos fizeram questão de dar as boas-vindas à Arca do Senhor. O povo Maori é o povo indígena da Nova Zelândia.

Início da cerimônia

A entrada das bandeiras do próprio país, de Israel e do Brasil deram continuidade ao evento. Enquanto era apresentado o Hino Nacional, todos já estavam na expectativa daquele que seria o ponto alto: a entrada da Arca da Aliança.

Foi feita a primeira oração e todos assistiram atentamente à explicação do Rabbi Friedler sobre a importância da Arca para os judeus e qual o significado desse objeto sagrado.

Nesse ínterim, em um momento de reverência, foi dado início à cerimônia. As trombetas anunciaram a entrada da Arca e os sacerdotes a conduziram até o altar.

Oração pelos enfermos e pela libertação

Após esse momento, foi realizada a oração pela cura dos enfermos e inúmeros testemunhos foram coletados de pessoas que foram curadas e libertas, por meio da fé no Senhor Jesus. Pessoas que chegaram abatidas, doentes e aprisionadas pelos seus problemas, já não eram mais as mesmas. O semblante, que antes era angustiado e triste, agora era de alegria, esperança e fé de que Deus era com elas.

Ademais, todos receberam uma palavra de fé e fortalecimento espiritual, a fim de que soubessem que, a partir daquele momento, se eles se entregassem por completo, a vida deles nunca mais seria a mesma. Nessa mesma fé, muitos entregaram suas vidas a Jesus.

Oração final

O povo ainda recebeu a bênção da família, quando todos os pastores e suas respectivas esposas se juntaram ao Bispo Flávio Correia (que conduzia o evento) e sua esposa no altar, a fim de estender as mãos e apresentar as famílias ali presentes a Deus.

Por fim, todas as pessoas que compareceram ao evento receberam um pequeno vidro com o óleo de Israel, para ser usado como ponto de contato entre elas e Deus. Sem dúvidas, foi um momento inesquecível para essas pessoas que, tão sedentas de um milagre, tiveram sua sede saciada. O evento encerrou com a busca ao Espírito Santo.

(*) Com informações da Universal Nova Zelândia

Veja algumas imagens do evento:


Nova Zelândia promove “Evento de todas as respostas”
  • Da Redação (*) / Fotos: Cedidas 


reportar erro