Rede aleluia

Notícias | 31 de outubro de 2019 - 10:48


Neide tinha raiva só de ouvir o nome da Universal ou do Bispo Macedo

O preconceito impediu que ela mudasse o rumo de sua vida. Mas, um dia, algo mudou dentro dela. Saiba como

Não é novidade de que há incontáveis notícias negativas sobre a Universal circulando na mídia e nas redes sociais. Infelizmente, a maioria das pessoas as absorve sem questionar a sua origem e se são verdade.

A professora Neide era uma dessas pessoas que nutria seu preconceito contra a igreja e o Bispo Edir Macedo com notícias falsas. “Eu ouvia que eles faziam a famosa lavagem cerebral nos fiéis. Aquilo me incomodava de tal forma que tinha raiva só de ouvir o nome da igreja ou do Bispo. Pensava que eles queriam ter cada vez mais pessoas para arrancar o dinheiro delas”, afirma.

O que ela não imaginava é que era justamente na Universal que sua vida mudaria, anos depois. Mas, o preconceito a impediu de ter seus olhos abertos para isso.

“Tinha uma vida estável, mas, mesmo assim, me sentia vazia. Além disso, buscava ajuda em literaturas, visitava cartomantes para saber o que aconteceria no futuro. Não tinha medo, nem dó de gastar meu dinheiro ali, mesmo sabendo que muitas coisas não eram verdade”, diz.

A Verdade liberta

Um dia, porém, bastante relutante, ela aceitou o convite de uma amiga para ir a um culto ministrado, justamente, pelo Bispo Macedo. Ela conta que entrou desconfiada, mas não demorou muito para que seu conceito sobre este trabalho mudasse.

“Quando olhei para a expressão, a fala, os olhos do Bispo, algo mudou em mim. O próprio Deus me convenceu de que ele era um homem de fé. Não tinha como o que ele falava ser mentira. Saí do culto maravilhada, com confiança de ter encontrado a solução para minha vida”, fala.

Veja no vídeo abaixo a mudança que Neide alcançou após conhecer a verdade sobre a igreja:

Não se deixe levar pelas fake News (notícias falsas). Vá hoje mesmo a um templo da Universal e veja a mudança acontecer, também, em sua vida. Caso esteja em São Paulo, visite o Templo de Salomão, localizado na Avenida Celso Garcia, 605, bairro do Brás, zona leste da capital paulista.


  • Rafaella Rizzo / Foto: Reprodução 


reportar erro