Rede aleluia
Não esqueça os sacrifícios do seu cônjuge
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 4 de dezembro de 2019 - 13:24


Não esqueça os sacrifícios do seu cônjuge

Assista à série “Os dez mandamentos aplicados no casamento”, no Univer Vídeo, e aprenda lições importantes que vão transformar o seu relacionamento

Não esqueça os sacrifícios do seu cônjuge

Você já conhece os 10 Mandamentos da Bíblia que Deus deu a Moisés no Monte Sinai. Hoje em dia, é muito comum testemunharmos eles sendo aplicados a todos os tipos de empreendimentos. Então, como seria possível aplicá-los ao seu relacionamento?

Apreço e primazia

O primeiro mandamento nos revela que Deus não queria que o povo se esquecesse do que Ele tinha feito e que não aceita dividi-lo com outros deuses:

“Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim.” Êxodo 20:2,3

A partir dele, podemos entender que, em um relacionamento saudável, feliz e duradouro, um não deve esquecer o que o outro fez e tem feito, os sacrifícios, os esforços e o apoio dedicados. Se é mais fácil presumir que o cônjuge não “faz mais do que a obrigação”, você é quem deve vigiar para não se esquecer dos sacrifícios do cônjuge e não o magoar.

Assim também, como não devemos colocar qualquer coisa ou pessoa à frente do cônjuge. Casamos com alguém que nos faz sentir, de fato – não de sentimento -, o primeiro na vida dessa pessoa, só vindo depois de Deus e de si mesmo. No entanto, muitos casais acabam enfrentando problemas, justamente por não praticarem isso.

Assista no Univer Vídeo

Quer saber mais sobre essa reflexão? Assista à série especial, “Os dez mandamentos aplicados no casamento”, com Renato e Cristiane Cardoso na plataforma online Univer Vídeo.

Você e seu cônjuge aprenderão lições importantes que vão transformar o seu relacionamento e tornar a vida conjugal mais feliz e harmoniosa. Confira!


Não esqueça os sacrifícios do seu cônjuge
  • Michele Roza / Foto: Reprodução 


reportar erro