Rede aleluia
“Nada a Perder” está disponível na Netflix
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 4 de julho de 2018 - 03:00


“Nada a Perder” está disponível na Netflix

Longa alcançará 83 milhões de pessoas ao redor do mundo

“Nada a Perder” está disponível na Netflix

Depois do grande sucesso alcançado nos cinemas brasileiros, o longa-metragem “Nada a Perder” agora está disponível na plataforma de vídeos Netflix.

Essa foi a maior aquisição já feita pela empresa por uma produção internacional.

O filme está disponível para os assinantes do Brasil desde o dia 29 de junho e a partir do dia 18 de julho alcançará o resto do mundo – um total de 83 milhões de usuários da tecnologia.

Nos cinemas, a marca foi histórica: 12 milhões de ingressos vendidos. Na lista das bilheterias nacionais, ele é o primeiro título, seguido de “Os Dez Mandamentos – O Filme”, que contabilizou 11,3 milhões de ingressos.

Assista, no vídeo abaixo, o trailer oficial do longa:



“Nada a Perder” está disponível na Netflix
  • Por Daniel Cruz / Foto: Reprodução 


reportar erro