Rede aleluia
Na prateleira do ‘Mercado Solidário Unisocial’, comida e dignidade
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 24 de Novembro de 2022 - 14:56


Na prateleira do ‘Mercado Solidário Unisocial’, comida e dignidade

Ação humanitária doou alimentos para 108 mil famílias em 1,3 mil cidades

Na prateleira do ‘Mercado Solidário Unisocial’, comida e dignidade

No último domingo (20), aconteceu mais uma edição do “Mercado Solidário Unisocial” em 1.342 cidades espalhadas por 24 estados e no Distrito Federal. Trata-se de uma iniciativa do programa Unisocial EVG, que doa alimentos não perecíveis, frutas e verduras para famílias que enfrentam a insegurança alimentar.

Foram distribuídas durante a ação humanitária 1.430 toneladas de gêneros alimentícios para 108.513 famílias — o que significa que cada uma levou para casa, em média, 13 kg em produtos como arroz, feijão, macarrão, óleo, farinha, bolachas, enlatados, além de vegetais frescos.

O Unisocial EVG realiza o “Mercado Solidário” a cada dois meses, beneficiando famílias carentes previamente cadastradas. Cada uma recebe um voucher com uma determinada pontuação para trocar por mercadorias. Dessa forma, cada qual tem a liberdade de escolher os itens que receberá, a partir de sua necessidade.

De acordo com a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (PENSSAN), cerca de 30% das famílias brasileiras encontram dificuldades para comprar alimentos ou tiveram que reduzir a quantidade de algum item, o que resulta em insegurança alimentar moderada ou grave.

“Temos vivido uma crise econômica muito forte no Brasil. Muitas pessoas perderam o poder de compra e têm uma alimentação limitada. Infelizmente, muitas famílias já estão há tempos sem conseguir ir ao mercado, sobrevivendo como podem e com o pouco que ganham”, avalia o responsável pelo “Mercado Solidário Unisocial”, Felipe Santos.

Ele explica que, através desta ação, “as famílias beneficiadas têm a sensação de ir a um mercado comum, sem constrangimentos, podendo escolher alimentos, itens de higiene pessoal e outros produtos que realmente estejam precisando na despensa de suas casas”.

Além da comida, foram doados 20 mil kits de higiene, 12 mil produtos de limpeza, 40 mil peças de roupa e 6 mil pares de calçados.

Arroz, feijão e humanidade

O desempregado João Carlos foi um dos beneficiados pelo “Mercado Solidário Unisocial” deste domingo (20). “Escolhi hoje, aqui no mercado, arroz, feijão, frutas, vários alimentos e ainda um kit de higiene, tudo que preciso para os próximos dias. A pandemia me trouxe muito medo. Perdi meu emprego e já tenho 50 anos, então foi uma fase muito difícil. Há quase um ano que não entro em um mercado, e hoje entrei no melhor mercado que poderia entrar!”

Para o voluntário André Melo Dantas, de 34 anos de idade, “ver no rosto de cada pessoa a satisfação de poder fazer uma compra, isso traz dignidade a elas, pois muitas chegam depressivas por não terem mais essa condição. É um trabalho que não só leva o alimento, mas também resgata em cada pessoa a humanidade, a dignidade e a honra de ter o alimento para toda família”.

Cerca de 30 mil voluntários do Unisocial EVG ajudaram na ação.

Instituído pela Igreja Universal do Reino de Deus, o grupo tem por objetivo ajudar e resgatar pessoas em situação de vulnerabilidade social em comunidades carentes, proporcionando serviços gratuitos com profissionais voluntários, tais como, advogados, médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, dentre outros. O Unisocial EVG organiza doações de roupas e cestas básicas a vítimas de catástrofes.


Na prateleira do ‘Mercado Solidário Unisocial’, comida e dignidade
  • Unicom / Fotos: Cedidas 


reportar erro