Rede aleluia
Mulheres refugiadas participam de palestra em abrigo
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 23 de Janeiro de 2022 - 00:05


Mulheres refugiadas participam de palestra em abrigo

Voluntárias do Projeto Socioeducativo falaram da importância da fé

Mulheres refugiadas participam de palestra em abrigo

O projeto Socioeducativo é conhecido por realizar evangelização dentro dos centros de reabilitação para menores no Brasil, mas o que talvez muitos não saibam é que o projeto também realiza trabalhos voltados para pessoas em abrigos para órfãos e refugiados.

No início de janeiro, voluntárias realizaram uma palestra numa casa de acolhimento para mulheres refugiadas. Na ocasião, participaram 238 mulheres e 85 crianças de vários países, como Angola, Venezuela e Bolívia.

“Semanalmente levamos fé, esperança e amor aos abrigos de mulheres que não têm ninguém por elas. Com essa palestra mostramos que elas nunca estarão sozinhas aqui no Brasil, pois podem contar com o apoio da Universal. A vida pode estar difícil, mas a fé pode mudar tudo”, comentou o Pastor Ulisses Gomes, responsável pelo grupo.

Troca de experiências
Após a palestra, algumas mulheres do abrigo compartilharam suas experiências, contando situações em que precisaram usar a fé e tiveram respostas. Logo depois, degustaram um lanche preparado pelos integrantes do grupo.

“Elas ficaram impressionadas com o carinho dos voluntários e isso causou um grande impacto”, relatou o Pastor. Além disso, todas foram convidadas para estar aos domingos no Templo de Salomão, em São Paulo, para aprender um pouco mais sobre a fé prática.


Mulheres refugiadas participam de palestra em abrigo
  • Rafaella Rizzo / Foto: Cedida  


reportar erro