Rede aleluia
Mostrando a verdade  de cada acontecimento
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de Outubro de 2021 - 00:05


Mostrando a verdade de cada acontecimento

Conheça mais sobre a atração semanal que ajuda você a pensar e traz ensinamentos valiosos

Mostrando a verdade  de cada acontecimento

Você sabe o que significa a palavra “entrelinhas”? De acordo com o dicionário, ela indica algo que não está explícito ou diretamente expresso em uma mensagem.

Em muitos assuntos debatidos pela mídia há sempre alguma ideia ou intenção nas “entrelinhas”, ou seja, algo que não é dito de forma tão clara ao público. O programa Entrelinhas, do Univer Vídeo, foi criado exatamente para trazer à luz o que está nas entrelinhas de situações que acontecem no Brasil.

A atração começou a ser exibida em agosto de 2018 e, em pouco mais de três anos, já levou ao ar mais de 130 edições. Hoje, a apresentação é feita pelos Bispos Renato Cardoso e Adilson Silva. A cada semana, eles discutem no estúdio temas e notícias que foram destaque no País e debatem como alguns fatos se refletem nos valores da família e na vida do cristão.

Os apresentadores analisam casos verídicos e mostram ao público o valor da fé em cada situação. Há ainda a preocupação de explicar como os temas apresentados impactam a vida em sociedade.

O programa Entrelinhas sempre conta com a presença de convidados, como especialistas nos temas discutidos ou pessoas que têm vivências para compartilhar.

Participações especiais
Durante esses três anos de existência, o programa já contou com a presença de outros Bispos convidados, como o Bispo Edir Macedo. Além disso, o Entrelinhas tem edições especiais, como a de Dia das Mães, que foi apresentada por Ester Bezerra, Cristiane Cardoso e Viviane Freitas. Juntas, elas debateram o tema responsabilidade materna.

A atração também teve edições com a participação de atores das novelas bíblicas produzidas pela Record TV para abordar os aprendizados veiculados durante cada uma das tramas. Em uma delas, o elenco de Jesus compareceu aos estúdios.

O Entrelinhas vai ao ar aos domingos, a partir das 20h, e dura 60 minutos, pelo Canal 21, com reprise na segundafeira, das 13h às 14h. Ele ainda é reprisado na Record TV de 0h45 a 1h45 de terça-feira.

Para quem não consegue acompanhar pela televisão, o programa é exibido na íntegra também pela plataforma Univer Vídeo para assinantes.

Fake News
No programa do dia 26 de setembro o assunto abordado foi desinformação: o descrédito da mídia e as fake news. Para destrinchar o tema, a edição apresentou uma reportagem com a opinião de especialistas sobre conteúdos mentirosos que são criados por pessoas e mídias mal-intencionadas e explicou por que a mentira e a difamação sempre chegam antes e ganham mais atenção do que a verdade, mesmo quando têm fundamentos distorcidos e preconceituosos.

A edição também destacou as fake news veiculadas sobre a Universal e seu trabalho evangelístico. O programa teve a participação especial do jornalista Michel de Pina, que esclareceu que essas notícias falsas incentivam o preconceito, principalmente de quem não busca a verdade. “Eu fui vítima desse preconceito contra a Universal por causa do que ouvia falar da instituição e porque não procurava saber a verdade. A cada dois dias surge uma matéria contra a Universal e muitos não procuram saber a essência do que está sendo divulgado. Essas publicações, porém, tiram a credibilidade de tudo o que aprendemos ou deveríamos aprender em nossa formação”, destacou.

Na ocasião, o Bispo Adilson Silva ressaltou que hoje as pessoas têm a oportunidade de saber a veracidade das notícias. “A informação está democratizada e hoje não precisamos mais ficar reféns de uma voz, mas pesquisar e comparar diferentes visões e entender a diferença entre elas. Não deveria ser assim, pois a notícia decorre de fatos e eles deveriam ser transmitidos da mesma forma, mas, de um jornal para o outro, de uma mídia para a outra, o contexto muda totalmente”, disse.

Em participação especial, o Bispo Misael Silva acrescentou que o intuito do programa é mostrar que as fake news não vão desaparecer, mas as pessoas precisam refletir antes de aceitar como verídica uma informação mentirosa. “Sempre haverá pessoas maldosas e preconceituosas, assim como as fake news, mas, assim como a fofoca acaba quando alguém para de falar dela, as fake news acabam quando chegam a pessoas inteligentes que pensam e buscam a verdade.”


Mostrando a verdade  de cada acontecimento
  • Camila Teodoro / Fotos: Reprodução 


reportar erro