Rede aleluia
Moradores da comunidade de Itaquera, zona leste de São Paulo, recebem ajuda
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 17 de junho de 2020 - 14:29


Moradores da comunidade de Itaquera, zona leste de São Paulo, recebem ajuda

Cerca de 120 famílias foram alcançadas com a ação social do grupo Universal Socioeducativo. Saiba mais

Moradores da comunidade de Itaquera, zona leste de São Paulo, recebem ajuda

Pela primeira vez, no dia 7 de junho, dezenas de voluntários do grupo Universal Socioeducativo Brasil (USE) estiveram presentes na Comunidade Paracana, em Itaquera, zona leste da capital paulista para promover uma ação social com os moradores do local.

Na oportunidade, foram entregues 70 cestas básicas, 600 litros leites e 80 kits de higiene pessoal, contendo papel higiênico; escova e creme dental; barbeador e desodorante. Com a iniciativa, o grupo USE conseguiu alcançar cerca de 120 famílias da comunidade, as quais estão enfrentando uma dificuldade maior durante a pandemia do novo coronavírus.

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” João 14:6

Além da ajuda física, os voluntários se preocuparam em levar o mais importante: alimento espiritual para a salvação da alma. De acordo com o Pastor Maciel José do Nascimento, responsável pela ação, baseado na passagem bíblica em João 14:6, ele explicou que muitas pessoas querem ter vida, mas que Jesus não falou que a pessoa vai tê-la de imediato.

“A pessoa primeiro tem que entrar no caminho. Quando ela vem à igreja ela vai receber uma direção. Na igreja, ela vai ouvir a verdade, que é a Palavra de Deus. Daí, então, ela vai receber a vida”, completou o Pastor.

De acordo com o Pastor Maciel, essa ação foi de suma importância. “Pudemos ajudar as pessoas e, acima de tudo, pronunciar a palavra de Deus. Pois por meio dela, as pessoas mudam de vida, assim como mudou a minha história”, salientou ele.

Quem já foi ajudado e agora ajuda

Além do Pastor, outro voluntário que teve sua vida transformada por meio da Palavra pôde contribuir com o momento. “Há 10 anos eu era usuário de drogas nesta comunidade. Tinha uma vida derrotada, não desenvolvia no serviço e era muito vazio”, lembra Wagner Almir dos Santos, de 38 anos.

Wagner conta que conheceu a minha esposa e, na época, foi para outra denominação. Passaram-se anos e ele teve depressão e síndrome de ansiedade, foi onde viu o testemunho em que uma médica foi curada fazendo a corrente de libertação.

“Já conhecia o trabalho da Universal, fui para igreja onde fui liberto e me batizei nessa pandemia. Queria muito servir a Deus e fui convidado para participar do grupo socioeducativo. Essa foi minha primeira ação, Deus me trouxe exatamente onde eu me destruía, só que dessa vez para construir vidas. Sentimento maravilhoso de poder fazer parte da reconstrução de pessoas”, finalizou Wagner.

Para saber mais sobre as ações que a Universal tem realizado no País e em todo o mundo, clique aqui. Você também pode se tornar um voluntário. Encontre aqui o endereço de uma igreja mais próxima e se informe com o Pastor.


Moradores da comunidade de Itaquera, zona leste de São Paulo, recebem ajuda
  • Débora Picelli / Fotos: Cedidas pelo grupo Socioeducativo Itaquera 


reportar erro