Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de maio de 2018 - 03:05


Mitos sobre a expectativa do casamento

Chegou a hora de desconstruir algumas ideias erradas de como ele é. Confira

Que solteiro nunca se pegou imaginando como seria a vida de casado? A imagem idealizada por muitos é a dos filmes: o homem chega em casa, contente por ver a esposa. Ela está linda e arrumada, tudo na casa está feito e eles só sabem sorrir um para o outro. Mas a realidade não é bem assim.

Enquanto espera a chegada de um relacionamento sério, é normal o solteiro criar uma ideia fantasiosa sobre como é o dia a dia do casamento e se frustram ao se deparar com os conflitos e dificuldades que destroem seus castelinhos de areia.

Se você se encaixa nessa descrição, acompanhe a lista abaixo com algumas ideias totalmente erradas sobre o casamento e que você não deve acreditar:

  • “Depois que a gente se casar ele vai mudar”

Não, ele não vai ser mais carinhoso ou deixar de mentir só porque casou com você. Ela não vai ser uma mulher mais amável ou menos imprevisível depois de se tornar esposa. As pessoas não mudam em virtude do casamento, só mudam quando decidem mudar. Se há algo sobre o caráter dele (a) que é inaceitável, ele (a) precisa consertar isso antes de casar com você. Normalmente, o que já é ruim durante o namoro, piora depois do casamento.

  • Não haverá brigas

Todo casal tem desentendimentos e isso é normal, afinal são duas cabeças diferentes se esforçando para ficarem juntas. Para isso o diálogo é imprescindível. “Mantenha sempre em mente que seu parceiro não é seu inimigo. Procure se comunicar com seu cônjuge de forma carinhosa, prazerosa e desarmada. O que vocês querem é um bom relacionamento, não é? Queira isso com todas as suas forças”, sugere Renato Cardoso, coautor do livro Casamento Blindado.

  • Romantismo a todo instante

Jantares à luz de velas, presentes, ele lembrar do seu aniversário e todas as datas comemorativas do relacionamento. Não há orçamento que resista a isso, afinal, é algo muito bonito na imaginação, mas bem difícil de realizar na vida real.

  • Você já o (a) conhece o suficiente

Há coisas que você só vai descobrir depois do casamento: um defeito, trauma de infância, hábito nojento. Mas uma forma de evitar menos “surpresas” é investir na transparência durante o namoro e noivado.

“O casal deve ser bem transparente e aberto com respeito a personalidades e passados durante o namoro, a fim de diminuir as surpresas lá na frente. Não fiquem encantados com a outra pessoa como se ela só tivesse o lado bom. Namoro é um período para descobrir tudo sobre a pessoa com quem você irá se casar”, explica Renato.

  • Ter todas as expectativas supridas

Altas expectativas sobre o parceiro (a) podem nos levar a querer que ele (a) seja como somos, ou aquilo que é importante para nós seja importante para ele (a) também, mas nem sempre é assim. É necessário fazer um ajuste em suas expectativas para evitar problemas recorrentes.

Há um abismo entre o real e o ideal. Quanto maior o abismo, maior a frustração, mais problemas vão acontecer. Esqueça o ideal e lide com o real. Mesmo que o real não seja suficiente, é ele que você tem, é em cima disso que você terá de trabalhar por um resultado melhor.

Se como solteiro você enfrenta vários problemas, não espere algo diferente na vida de casado. A diferença é que agora você está acompanhado e deve prezar pelo cônjuge também. Mas não desista da sua união ou de conhecer alguém.

Quer saber mais sobre como investir no amor inteligente? Assista às palestras da Terapia do Amor que acontecem às quintas-feiras, 10h, 15h e 20h no Templo de Salomão. Você também pode comparecer na Universal mais próxima. Encontre o endereço onde também acontece essa mesma reunião, clicando aqui.


  • Por Rafaella Rizzo / Foto: Thinkstock 


reportar erro