Rede aleluia
Mark Zuckerberg e a riqueza vulnerável 
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Outubro de 2021 - 18:07


Mark Zuckerberg e a riqueza vulnerável 

Dono do Facebook perde US$ 6 bilhões, após instabilidade no serviço de redes sociais. Entenda qual é o bem que não depende da oscilação do mercado

Mark Zuckerberg e a riqueza vulnerável 

Depois da instabilidade de seis horas nos serviços do Facebook, Instagram e WhatsApp, o fundador da companhia, Mark Zuckerberg, perdeu cerca de US$ 6 bilhões, apenas na segunda-feira (4). Após o fechamento das bolsas de valores mundiais, Mark caiu no ranking de bilionários da Forbes e passou a ocupar o 6° lugar.

Além das instabilidades no serviço, as declarações de uma ex-funcionária da empresa também afetaram os negócios de Zuckerberg. Entre as alegações, ela acusou, por exemplo, o Instagram, que também pertence a Mark, de causar danos à saúde mental de adolescentes e propagar desinformação sobre os eventos no Capitólio, em 6 de janeiro.

Riqueza vulnerável 

O episódio com o dono do Facebook, mostra o quão vulnerável é a riqueza deste mundo. Ele perdeu posição no ranking dos bilionários, mas há pessoas que perdem tudo, quase que em um piscar de olhos. 

Por isso, a importância de não confiar 100% nas riquezas e fazer delas o seu maior tesouro. O Senhor Jesus, quando esteve na Terra falou sobre o perigo de acumular riquezas, em vez de se preocupar com a riqueza maior, que é o Espírito Santo.

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.” Mateus 6:19-21

O Bispo Edir Macedo, em um comentário na Bíblia Fiel Comentada, edição em comemoração aos 40 anos da Universal, pontuou que “o Senhor Jesus mostrou nessas palavras a vulnerabilidade das riquezas”.

“Normalmente, as pessoas pensam que se juntarem bastante dinheiro conseguirão assegurar o seu futuro. Contudo, por mais que elas tenham o cuidado de guardar com segurança o que conquistaram, seus bens não estarão livres de ladrões, traças e ferrugem, pois todas as economias feitas neste mundo estão sujeitas a diversos riscos. É o mercado que oscila, a moeda que varia, as crises financeiras e políticas, as doenças etc”, disse o Bispo.

Contudo, ele reiterou que não é errado possuir riquezas. “Jesus não está dizendo que é errado ter riquezas, e sim que não é certo colocar a confiança nelas”, ponderou. 

Deste modo, por mais que uma pessoa tenha riquezas nesta terra, é importante que ela também tenha alcançado a maior de todas as riquezas, que é o Espírito de Deus. “Quando uma pessoa serve ao Altar de Deus com os seus bens e, sobretudo, com a sua própria vida, ela ajunta tesouros no Céu dos quais um dia desfrutará. Quando obedecemos à Palavra do Altíssimo, juntamos riquezas espirituais em um lugar seguro onde ninguém pode tocar”, concluiu o Bispo.

Escola da Fé 

Se você deseja ter essa riqueza, que está além de todo o dinheiro do mundo, participe de uma reunião da Escola da Fé Inteligente.

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais:

Você aprenderá como não deixar que o brilho do mundo ofusque o que há de mais precioso em sua vida, que é sua alma. 

As reuniões acontecem todas as quartas-feiras, em todos os Templos da Universal. Clique aqui e encontre uma Universal mais próxima de você. 


Mark Zuckerberg e a riqueza vulnerável 
  • Rafaela Dias / Foto: Reprodução Facebook 


reportar erro