Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de maio de 2018 - 03:00


Liderança da Igreja Apostólica Renascer e membros da CIEAG visitam o Templo de Salomão

Saiba mais sobre esse evento especial em favor da Palavra de Deus

O Apóstolo Estevam Hernandes, a Bispa Sonia Hernandes e a Bispa Fernanda Hernandes, da Igreja Apostólica Renascer, juntamente com demais lideranças da instituição e membros da CIEAG (Coalizão das Igrejas Evangélicas Apostólicas Global), visitaram o Jardim Bíblico, no Templo de Salomão, localizado na capital paulista, no dia 4 de maio.

A visita foi acompanhada pelo Bispo Eduardo Bravo, responsável pelo trabalho interdenominacional da Universal, e pelo sacerdote Luan Vilvert, que explicou os detalhes dos objetos sagrados presentes no Tabernáculo de Moisés, do Jardim Bíblico.

Como anfitrião, o Bispo Eduardo Bravo destacou a importância desse encontro: “A Universal durante muito tempo andou sozinha. Quem assistiu o filme ‘Nada a Perder’ consegue entender os motivos disso ter acontecido. Mas, entendemos que todos fazemos parte do mesmo corpo e Cristo é o cabeça e, por isso, queremos promover uma comunhão entre o povo de Deus.”

Em concordância, o Apóstolo Estevam acrescentou que o intuito comum entre as instituições é glorificar o nome de Jesus como Único Senhor.

“É uma alegria e um privilégio estar nesse solo Santo, do Templo de Salomão. Nós estamos buscando essa unidade no Corpo de Cristo. Na Bíblia, vemos que havia 12 tribos em Israel, cada qual com a sua característica, e o que as unia era que todas elas eram de Deus. Cada Igreja, nos dias de hoje, tem os seus métodos, mas assim como aquelas tribos, todas são povos de Deus. Em poucos dias, ocorrerá a ‘Marcha para Jesus’ e esse é um momento importante para essa unidade”, avaliou.

Tempos bíblicos

Adentrar o Jardim Bíblico, do Templo de Salomão, é como retornar aos tempos de Moisés. Cada artefato foi reproduzido com riqueza de detalhes e conforme o relato sagrado para que fosse possível reconstruir com fidelidade a mensagem que o Altíssimo queria transmitir para o Seu povo.

Para a Bispa Sonia, o Jardim Bíblico conseguiu resgatar e ilustrar a essência da história do povo separado pelo Criador.

“A gente vai para Israel há quase 30 anos, e o que vimos aqui é a Bíblia se tornando mais acessível para as pessoas com essas formas e detalhes dos objetos sagrados. E, há também, a interação entre o Velho e o Novo Testamento, mostrando que Jesus veio para cumprir aquilo que estava escrito”, disse.

Após a caminhada pelo Jardim Bíblico, todos os visitantes foram convidados, pelo Bispo Eduardo Bravo, a conhecer o interior do Templo.

Jardim Bíblico

Se você deseja conhecer o Jardim Bíblico, do Templo de Salomão, agende uma visita.


  • Por Daniel Cruz / Fotos: Demetrio Koch 


reportar erro