Rede aleluia

Notícias | 4 de setembro de 2018 - 13:59


Lançamento do filme “Nada a Perder” causa comoção na África do Sul

Durante a exibição, houve grandes momentos de comoção. Assista aos vídeos com depoimentos de autoridades e demais convidados

Levar o filme “Nada a Perder” ao alcance do maior número possível de pessoas na África do Sul e de comunidades ao redor do país. Com esse intuito, no dia 30 de agosto último, uma exibição especial de estreia foi realizada no complexo Montecasino. Localizado ao norte de Joanesburgo – a maior cidade da África do Sul, principal núcleo urbano, industrial, comercial e cultural – lá estão as mais relevantes salas de cinema e teatro da região.
A exibição foi um evento de gala que reuniu aproximadamente 600 convidados entre importantes personalidades do país, membros da Igreja, pessoas de diferentes crenças e a mídia local. Uma das autoridades presentes foi a ministra de Esportes e Cultura da província de Gauteng, Faith Mazibuko. Veja o vídeo abaixo com o depoimento dela logo após assistir ao filme:

Durante a exibição, houve grandes momentos de comoção, especialmente em cenas como o pedido de casamento do Bispo Edir Macedo a dona Ester, a oração do povo em frente à delegacia e o momento da saída do Bispo da prisão. Antes do início da sessão, cada pessoa recebeu um lenço e foi convidada a realizar uma oração em concordância com a mensagem do Bispo Macedo, ao final do filme. Todos os convidados também foram presenteados com exemplares da trilogia de livros “Nada a Perder”.
Assista abaixo ao vídeo com mais depoimentos de convidados, logo após a exibição do filme:

Milhares de espectadores são impactados
Outras exibições do filme “Nada a Perder” aconteceram na mesma semana. Ainda em Joanesburgo, mais de 50 mil pessoas compareceram às sessões realizadas por dois dias consecutivos no centro de eventos “The Dome”.
Para o responsável pelo trabalho no país, Bispo Marcelo Pires (acompanhado da sua esposa Marcia Pires, na foto abaixo, à esquerda), é um privilégio poder levar a história do filme ao conhecimento de tantas pessoas.

“Para nós é um privilégio poder realizar grandes exibições como essas. Por meio da história, as pessoas podem entender claramente o fundamento da Igreja Universal e a natureza do nosso serviço aos rejeitados, desprezados e necessitados na África do Sul. Os espectadores convidados são impactados com o exemplo de determinação e perseverança que marcam a vida e o ministério do Bispo Macedo. É uma oportunidade para que cada um tenha o discernimento da nossa fé e propósito aqui”, explica o Bispo.
A expectativa é que toda a população do país tenha acesso ao filme durante o mês de setembro. Comunidades carentes e locais como os presídios, por exemplo, receberão um caminhão adaptado que levará um cinema itinerante, por meio de uma grande ação social, exibindo o longa “Nada a Perder” gratuitamente. O filme também será exibido nas igrejas de todo o país.
O longa “Nada a Perder”
O longa “Nada a Perder” alcançou milhões de espectadores no mundo todo. Só no Brasil, a bilheteria nos cinemas foi de 12 milhões de ingressos vendidos. Paralelamente, o projeto social e itinerante, “Cinema Solidário”, levou o filme às populações carentes por todo o Brasil e o exibiu também em escolas, orfanatos, casas de repouso, penitenciárias e unidade socioeducativas.
 


  • Michele Roza / Fotos: Cedidas 



reportar erro