Rede aleluia

Notícias | 19 de fevereiro de 2018 - 03:00


Lançamento da Pedra Fundamental em Tocantins

Cerimônia reuniu mais de 10 mil pessoas no local onde será construída a primeira Catedral do Estado

No dia 5 de janeiro, milhares de pessoas compareceram à quadra 101 norte, na Avenida NS-O1, em Palmas, Tocantins, para prestigiar a cerimônia de lançamento da pedra fundamental onde será construída a primeira Catedral da Universal no Estado.

A concentração de fé começou às 18 h e foi conduzida pelo bispo Edson Gaspar, atual responsável pela Universal em Tocantins. Estima-se que a nova Catedral será inaugurada no segundo semestre de 2019. O espaço acomodará mais de 2 mil fiéis e contará com estacionamento para aproximadamente 200 carros, estúdios de TV e rádio, salas para as crianças e berçários.

O início de um sonho

Durante a cerimônia, que reuniu mais de 10 mil pessoas, o bispo lançou a pedra com o versículo bíblico contido em Mateus 16.18:

… e sobre esta pedra edificarei a Minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Mateus 16.18

Ele destacou que o lançamento da pedra fundamental não significa só uma construção física, mas, principalmente, a construção de uma vida com Deus. “Vimos a alegria de um sonho que está se tornando realidade estampado em milhares de rostos. Cremos na construção e na reconstrução de vidas de pessoas que chegarão ali doentes, com suas famílias destruídas e casamentos abalados. Temos muito a agradecer a Deus e a comemorar esse feito em nosso Estado”, disse o bispo Edson.

Kênia Paulino de Queiroz Souza, de 35 anos, professora doutoranda em Ciências do Ambiente e residente em Paraíso do Tocantins, esteve presente à cerimônia e destacou que “durante todos esses anos, nós ainda não tínhamos vivenciado algo tão maravilhoso, como foi no último dia 5 de janeiro. Assim que pisei no solo sagrado (local da construção da Catedral), percebi que Deus já estava ali nos esperando de forma muito especial. Saí da reunião com a convicção de que uma nova história se inicia no Estado, assim como se inicia para nós”.

Já o pastor Wellington Medeiros, de 37 anos, que há dois anos realiza o trabalho evangelístico em Tocantins, afirmou que “nós, que nos dedicamos diariamente a levar a solução para as pessoas que se encontram amarguradas, oprimidas e desesperadas, recebemos a nova Catedral como um grande suporte e referência. A nova Universal oferecerá, além de um salão principal moderno e confortável, suporte espiritual, com o objetivo de levá-las a nascer de Deus e viverem uma nova vida”, relatou.


  • Por Sabrina Marques/ Fotos: Cedidas  


reportar erro