Rede aleluia
Karatê é um estímulo para alunos da melhor idade a cuidar mais de si
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 23 de janeiro de 2020 - 11:40


Karatê é um estímulo para alunos da melhor idade a cuidar mais de si

No dia do aposentado, lembrado no Brasil em 24 de janeiro, saiba como o projeto do Calebe vem mudando vidas por meio da atividade física

Karatê é um estímulo para alunos da melhor idade a cuidar mais de si

A data de 24 de janeiro é lembrada como o Dia Nacional dos Aposentados no Brasil. Hoje, já são mais de 30 milhões de aposentados e pensionistas no País, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, divulgada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desses milhões, depois de anos dedicados a uma carreira ou ocupação, muitos não conseguem se preparar para a aposentadoria. Seja por questões financeiras, ou familiares, ou até mesmo de saúde. Alguns mantêm empregos para complementar a renda, outros sofrem com o descaso de familiares e outros ainda não encontram ânimo para fazer alguma atividade.

Prezar pelo cuidado e bem-estar do idoso

Pensando nisso, o grupo Calebe, da Universal, propõe diariamente inúmeras atividades e encontros que prezam pelo cuidado e bem-estar dos idosos.

Um dos projetos do grupo é o Karatê. As aulas semanais são um estímulo para quem se encontra na melhor idade praticar um exercício e ainda interagir, conversar, trocar experiências e distrair.

“Nossa prioridade é o indivíduo na melhor idade, mas também recebemos pessoas em todas as faixas etárias, pois, uns incentivam os outros. O objetivo das aulas é levar a consciência da necessidade de cuidar da saúde e incentivá-los às atividades físicas, valorizando o desempenho e elevando a autoestima”, afirmou o Pastor Marcos Lopes, responsável pelo projeto Karatê do grupo Calebe do Templo de Salomão, em São Paulo.

Ele implementou o projeto quando estava na sede da Universal em Goiás. “Como sempre gostei do karatê, pensei em acrescentar as aulas. Hoje, trabalhamos ao máximo para desenvolver a atividade com os calebes”, disse.

Karatê é um estímulo para os alunos

No dia 19 de janeiro último, acompanhados de seus familiares, convidados e outros integrantes do grupo, 22 calebes do Templo de Salomão participaram do evento da transição de faixa. Alguns alunos foram graduados da branca para a amarela. Ademais, o evento contou com a presença do Bispo Antonio Santana, responsável pelo grupo Calebe no Brasil.

“O Calebe vem para, primeiramente, dar um suporte espiritual às pessoas da melhor idade. Também é nosso trabalho procurar ajudá-los em todas as áreas, fazendo com que eles entendam o quanto são capazes e o quanto são importantes para Deus. Com o karatê procuramos passar a consciência da necessidade de cuidar da saúde da mente e do corpo”, explicou o Bispo.

As aulas vêm mostrando um ótimo resultado. A saber, a graduação aconteceu por uma avaliação dos conhecimentos e desempenho de técnicas de defesa e contra-ataque do karatê.

A calebe Antônia Farias, de 77 anos, participou do evento. Mãe de cinco filhos, uma das filhas e o genro dela são professores de artes marciais. Mas, ela nunca havia se interessado antes pelo karatê. Há menos de 1 ano, quando entrou para o Calebe, aderiu a essa nova atividade que mudou a sua vida.

“O karatê não é só a luta. É uma atividade que estimula. Cada movimento que aprendo a fazer é benéfico para a minha saúde. O karatê não me deixa esmorecer, é uma atividade que me coloca para frente, me dá ânimo. Fazer parte do Calebe representa muita coisa boa para mim. Aqui você encontra a Palavra, amizade e conforto. Hoje me sinto uma nova pessoa”, declarou.

Grupo Calebe

O grupo Calebe está presente em todo o Brasil e em mais 120 países. Há sete anos se dedica a desenvolver um trabalho diferenciado em benefício das pessoas da melhor idade.

Portanto, para saber mais onde acontecem as atividades do Calebe, visite a página oficial do grupo no Facebook. Além disso, procure uma Universal mais perto de sua casa e converse com o responsável da região.


Karatê é um estímulo para alunos da melhor idade a cuidar mais de si
  • Michele Roza / Fotos: Cedidas 


reportar erro