Rede aleluia

Notícias | 23 de agosto de 2018 - 00:05


Jovens em medidas socioeducativas aprendem o amor inteligente

Palestra “Namoro Blindado” orientou como eles podem ter um futuro feliz

A vida amorosa é um assunto presente em todas as fases da vida. Dos mais novos aos mais velhos, o tema também gera dúvidas, questionamentos e para muitos é uma ferida aberta que precisa de cura. E quanto mais cedo se fala sobre isso, melhor, evitando problemas no futuro.
Foi com esse objetivo que surgiu o projeto “Namoro Blindado nas Escolas” que percorreu instituições pelo Brasil e agora também entrou em diversas unidades onde adolescentes cumprem medidas socioeducativas. Recentemente, duas delas no interior de São Paulo receberam os preciosos ensinamentos do livro de Renato e Cristiane Cardoso.
A primeira foi o Centro de Atendimento  Socioeducativo ao Adolescente de Batatais que reuniu 90 pessoas e distribuiu exemplares do livro Namoro Blindado.
“Se temos o desejo de recomeçar, ter uma família, temos que blindar o namoro, pois ele é a base de uma família feliz. E, se usarmos nossa inteligência, estaremos nos livrando de muitos problemas que podem surgir com uma escolha errada”, disse o Pastor Reginaldo Santos, coordenador do grupo Universal Socioeducativo da região.
Depois, no Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente “Arcebispo Dom Helder Câmara”, na cidade de Franca, 84 pessoas estiveram presentes e puderam tirar dúvidas.
Os palestrantes Pastor Adriano Giacometti e sua esposa Tatiane também compartilharam suas experiências pessoais. “A atenção foi unânime, todos demonstraram interesse nos assuntos abordados e faziam perguntas do tipo: ‘Como agir quando não for correspondido’, ‘Como ter relação sexual antes do casamento pode me prejudicar’, entre outras”, comentou o Pastor Adriano.
O Pastor Reginaldo acrescenta que o projeto também é uma ferramenta de estímulo à leitura, já que exemplares do livro são distribuídos gratuitamente durante as palestras, tanto para os adolescentes, como para funcionários. “Além de fomentar uma boa e saudável leitura, é uma aliada aos que querem ter uma direção para fazer o certo em seu relacionamento. A ideia do livro é mostrar que o certo é bom e que nem sempre o certo é chato”.
Quer saber mais sobre o trabalho do Universal Socioeducativo ou ser um voluntário? Procure a Universal mais próxima de você. Acesse a página oficial do grupo no Facebook e veja mais ações em todo o Brasil.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro