Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de março de 2018 - 03:05


Internos aprendem o poder da oração

Muitos já veem resultados em suas vidas

Os efeitos do propósito “7 Dias de Oração e Súplica” podem ser vistos em todos que decidiram viver essa fé, inclusive os menores das unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (FASE), no Rio Grande do Sul. Os integrantes do projeto Universal Socioeducativo (USE) conscientizaram os jovens sobre a importância de orar sem cessar.

“Explicamos que é possível ajoelhar-se e pela fé fazer o Céu descer. Ensinamos que se eles querem ficar de pé diante dos problemas, precisam estar de joelhos diante de Deus”, disse o Pastor Felipe Ferreira, responsável pelo grupo no estado.

Mais de cem jovens aceitaram fazer parte dessa corrente de fé e diariamente dobram seus joelhos em busca de respostas. “A princípio, eles ficaram surpresos em saber que, independentemente de seus erros e falhas, podem ser homens de oração e investir nesse elo que conduz ao Altíssimo. Eles disseram que não aceitariam terminar o dia sem falar com Deus”, acrescentou o Pastor.

De acordo com ele, os jovens que tinham um semblante pesado e triste, já relatavam uma diferença em seu interior e passaram a valorizar ainda mais o poder da oração. “Foi muito forte e não vamos parar. O propósito acabou, mas nós seguiremos com essa prática. Durante toda a semana ensinamos sobre o poder da oração e oramos com eles”, finalizou.

Em todo o Brasil, o projeto Universal Socioeducativo realiza reuniões semanais e ações sociais para menores reclusos. O objetivo é mostrar que por meio de atividades saudáveis e da fé a ressocialização deles é possível. Para se tornar um voluntário busque mais informações da Universal mais próxima. Encontre o endereço aqui.


  • Por Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro