Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de outubro de 2018 - 00:05


Grupo promove ação com filhos de presos no Maranhão

O grupo Universal nos Presídios (UNP)  realiza importantes ações em todas as regiões do País. Além de levar a Palavra de Deus aos que não a conhecem, os voluntários também são responsáveis por dar força e oferecer um cuidado especial tanto aos reclusos como também aos seus familiares.
No início do mês de outubro, voluntários do UNP do estado do Maranhão promoveram um momento especial com o objetivo de homenagear os filhos dos internos do Presídio Regional de Segurança Máxima de São Luís, na capital maranhense.
Alimento para a alma
A ação foi organizada pelos pastores responsáveis pelo UNP do estado, Pedro Luís de São José e Luís Carlos Conceição, e os demais integrantes do grupo. Durante o encontro, foram atendidas 130 crianças e 70 adultos. Todos receberam uma oração, em especial as crianças, que foram ungidas com a proteção do Altíssimo, a fim de que tenham um futuro protegido na presença de Deus.
“Ações como essas fazem as crianças terem um momento de alegria, mesmo presenciando seus pais reclusos. Os presos também ficam alegres e gratos à Igreja e ao grupo”, comentou o Pastor Pedro Luís.
Todos foram beneficiados com a ação. Segundo a voluntária Thays Mayara dos Santos Bezerra, de 28 anos, a maior percepção que teve do encontro foi o de acolhida, pois as famílias se sentiram lembradas e abraçadas pelo grupo.
Ao final, foram distribuídos bombons, pirulitos, pipoca, bolo, refrigerantes, entre outras guloseimas.
Para saber mais sobre o trabalho que o UNP tem desenvolvido em todos os estados do País, acesse e curta o perfil oficial no Facebook, clicando aqui. Você também pode ser um voluntário do grupo. Encontre aqui o endereço de uma Igreja mais próxima de sua casa e se informe com o pastor.


  • Débora Picelli / Fotos: Cedidas pelo grupo Universal nos Presídios (UNP) Maranhão 


reportar erro