Rede aleluia

Notícias | 20 de janeiro de 2019 - 00:05


Formandos da Abads são condecorados

Com diploma em mãos, eles estão em busca da inclusão no mercado de trabalho

Eles representam quase 24% da população brasileira e não são mais invisíveis aos olhos de ninguém. Segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010, o Brasil possui cerca de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência intelectual. Porém, apesar desse número significativo, a inclusão deles ainda é um obstáculo. Alguns especialistas apontam que essa realidade é resultado da falta de capacidade do mercado de lidar com essas pessoas. Contudo, para outros, há desinteresse por parte de alguns profissionais.

Espaço no mercado
Apesar dos desafios, muitos caminham em busca do espaço no mercado de trabalho. Entre eles estão 18 alunos da Associação Brasileira de Assistência e Desenvolvimento Social (Abads) – entidade sem fins lucrativos especializada no atendimento a pessoas com deficiência intelectual e autismo – que no fim de 2018 receberam das mãos da presidente da associação, Rose Amorim, o diploma do 5º ano do ensino fundamental I (na escola especial o atendimento é para alunos entre 6 e 22 anos).

“Minha alegria é muito grande, pois todos os profissionais e voluntários envolvidos de alguma forma estão participando da formação de uma sociedade mais inclusiva. Recebemos pessoas de todas as classes sociais e que necessitam de todo tipo de terapia. Orientamos o indivíduo e toda a sua família. Trabalhamos para empoderar as famílias a levar os seus filhos rumo a um futuro promissor. Damos a essas pessoas condições de estudar, de ter vida social e até mesmo o poder de escolha. Elas podem trabalhar, se tornarem cidadãos de bem e terem dignidade. Isso nos traz a sensação de dever cumprido”, comentou Rose.

Desses formandos, cinco conseguiram ingressar no mercado de trabalho por meio da metodologia do Emprego Apoiado. No entanto, os obstáculos para a inclusão desse público ainda são muitos no Brasil, conforme explicou Rose: “sabemos que há uma longa caminhada para a conscientização dos empresários, para que conheçam essa metodologia e possam incluir os jovens no mercado de trabalho”.

Dia de confraternização
A conquista de cada aluno é em parte também dos funcionários da associação que, recentemente, se reuniram na quadra da instituição para uma confraternização. Todos participaram de um café da manhã e depois foram homenageados pela presidente da Abads. Eles também assistiram a um vídeo com a retrospectiva do ano, que mostrou a participação deles em eventos, palestras e em todo o trabalho realizado em 2018.

“Parabéns a todos os funcionários da Abads por mais um ano de trabalho e dedicação! Que venha 2019!”, afirmou Rose, durante o evento.

66 anos
A Abads deu início às suas atividades em 15 de setembro de 1952, com o nome de Sociedade Pestalozzi de São Paulo. A instituição, que comemorou 66 anos, se tornou referência no atendimento de bebês, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual e autismo. Atualmente, mais de 980 pessoas são atendidas no local por mês.

Caso queira conhecer os projetos da Abads, visite a página no Facebook. Pessoas que queiram auxiliar a causa e contribuir de alguma forma podem obter mais informações pelo telefone (11) 2905-3048. A Abads está localizada na Avenida Morvan Dias de Figueiredo, 2.801, na Vila Guilherme, em São Paulo.


  • Sabrina Marques / Fotos: Cedida e Demetrio Koch 


reportar erro